Palmeiras só perdeu duas partidas seguidas uma vez neste Brasileirão

No primeiro turno, o Verdão foi derrotado pelo Atlético Mineiro e Botafogo

por Agência Estado

São Paulo, SP - O elenco do Palmeiras tenta conter a euforia pela proximidade do título, porém sabe o quanto é raro o time tropeçar por duas rodadas consecutivas neste Campeonato Brasileiro. Apenas uma vez em toda a campanha a equipe perdeu dois jogos seguidos, combinação de que o Santos precisa para tomar a liderança, desde que ganhe os compromissos que terá.

A sequência que o Palmeiras precisa evitar se deu no primeiro turno, no fim do mês de julho. Por coincidência, os adversários responsáveis pelas derrotas foram os dois últimos times que a equipe enfrentou. Contra o Atlético-MG, o time perdeu por 1 a 0 no Allianz Parque. No domingo seguinte, foi ao Rio levou de 3 a 1 do Botafogo, quando deixou escapar momentaneamente a liderança do Brasileiro.

O Palmeiras venceu o Botafogo na última rodada do Brasileirão
O Palmeiras venceu o Botafogo na última rodada do Brasileirão
Para ser campeão sem depender de outros resultados, o time vai precisar de um empate contra Chapecoense, domingo, no Allianz Parque, ou na rodada seguinte, contra o Vitória, em Salvador. Já o Santos, continua com chance, mas além de torcer por derrotas do Palmeiras, precisa vencer o Flamengo, no Maracanã, e o América-MG, na Vila Belmiro.

Na temporada, o Palmeiras só teve série pior em março, pelo Campeonato Paulista, com quatro derrotas consecutivas. A última delas, a goleada sofrida por 4 a 1 para o Água Santa, motivou a primeira ida do time do técnico Cuca para um período de concentração em Atibaia, cidade escolhida em outras ocasiões como refúgio para se preparar para as partidas.

O elenco ganhou folga nesta segunda e só se volta aos treinos na tarde desta terça-feira, na Academia de Futebol. A comissão técnica não deve mandar o elenco para Atibaia, como fez na semana passada. O time deve permanecer em São Paulo durante a preparação para enfrentar a Chapecoense.

Mercado da Bola
Contratações
Não houve contratações no período
  • Alejandro Guerra

    Meia ( ex-Atlético Nacional-COL)

  • Antônio Carlos

    Zagueiro (ex-Ponte Preta)

  • Eduardo Baptista

    Técnico (ex-Ponte Preta)

  • Felipe Melo

    Volante (Ex-Inter de Milão-ITA)

  • Hyoran

    Meia (ex-Chapecoense)

  • Keno

    Atacante (ex-Santa Cruz)

  • Michel Bastos

    Meia (ex-São Paulo)

  • Raphael Veiga

    Meia (ex-Coritiba)

  • Willian

    Atacante (ex-Cruzeiro)

Palmeiras-SP
Elenco ainda não definido
  • Goleiros

    Fernando Prass, Jaílson e Vinicius Silvestre

  • Laterais

    Egidio, Fabiano, Jean e Zé Roberto,

  • Zagueiros

    Antônio Carlos, Edu Dracena, Thiago Martins, Vitor Hugo, Yerri Mina,

  • Volantes

    Arouca, Felipe Melo, Moisés, Thiago Santos e Tchê-Tchê,

  • Meias

    Alejandro Guerra, Hyoran, Michel Bastos e Raphael Veiga,

  • Atacantes

    Alecsandro, Dudu, Erik, Keno, Lucas Barrios, Rafael Marques, Roger Guedes e Willian

  • Técnico

    Eduardo Baptista