Técnico do Palmeiras quer time ofensivo sem descuidar da defesa

por Teste

São Paulo, SP, 25 (AFI) - Sem vencer o São Paulo no Morumbi há oito anos - a última vez foi um 4 a 2 no Rio-São Paulo de 2002, com o inesquecível golaço de Alex, dando chapéu em Rogério Ceni -, o Palmeiras sob o comando de Parraga pretende finalmente quebrar o jejum no estádio do adversário na noite desta quarta-feira.

Confira:
Otimista! Técnico do Corinthians ainda acredita em melhora

Mas, apesar de se dizer um apreciador do futebol ofensivo e de tentar empregá-lo também no clássico fora de casa, o treinador do Palmeiras se mostrou preocupado nesta terça com a defesa.

"Eu gosto de atacar mais do que de defender porque assim há mais chance de vencer e o jogo fica mais bonito. Um jogo que termina 5 a 4 é mais interessante", afirmou Parraga. "Pretendemos atacar, mas não dá para atacar o tempo todo. O São Paulo tem um bom contra-ataque e tem que ter muito cuidado com isso. Às vezes você monta o time para atacar, mas na hora do jogo fica acuado."

O discurso de cautela é apoiado por Danilo. "Isso é característica de cada treinador. Mas não adianta fazer uma partida boa e ir ao Morumbi e não conseguir ganhar", reforçou o zagueiro. "É notório que o São Paulo tem sido mais competitivo do que o Palmeiras. Já fizemos grandes jogos, mas na hora de decidir mesmo não conseguimos."