Neymar se diz arrepedido de "não ter dado na cara desse babaca"

Brasileiro acusou zagueiro espanhol do Olympique de Marselha de tê-lo chamado de "macaco"

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 14 (AFI) - Após a derrota do PSG para o Olympique de Marselha, Neymar foi às redes sociais desabafar, ameaçar e criticar o VAR, dirigentes da Ligue 1 e o zagueiro espanhol Álvaro González que o teria chamado de "macaco".

"Único arrependimento que tenho é por não ter dado na cara desse babaca", escreveu ele.

Esse tuíte teve 23,8 mil comentários, 186,9 mil retuítes e 820 mil curtidas. Na sequência, o brasileiro do PSG seguiu atirando.

" VAR pegar a minha “agressão” é mole ... agora eu quero ver pegar a imagem do racista me chamando de “MONO HIJO DE PUTA” (macaco filha da puta)... isso eu quero ver! E aí? CARRETILHA vc me pune.. CASCUDO sou expulso... e eles? E aí?", escreveu o camisa 10 para 10,2 mil comentários, 111,5 mil retuítes e 580,6 mil curtidas.

O CASO!
O atacante brasileiro teve uma forte discussão com o zagueiro espanhol Álvaro González e chegou a acusá-lo de racista. Ainda no primeiro tempo, Neymar foi até o quarto árbitro para dizer "racismo não!", se referindo a González, embora não seja possível saber se ele havia sido o alvo da ofensa ou outro jogador do PSG.

Atirou para todos os lados. (Foto: Divulgação)
Atirou para todos os lados. (Foto: Divulgação)
González disse ter sido alvo de uma cusparada de Di María, que afirmou ter sido ofendido pelo espanhol. O zagueiro negou que havia sido racista e pediu que o VAR fosse utilizado - o árbitro Jêrome Brissard não puniu ninguém.

No fim do jogo, o árbitro Jêrome Brissard viu Neymar dar um tapa na cabeça de González e também o expulsou. O brasileiro saiu de campo muito nervoso e dizendo que o espanhol era racista e o teria chamado de "macaco".