Paris Saint-Germain anuncia o brasileiro Leonardo como novo diretor de futebol

O brasileiro também atuou como jogador do clube na temporada 1996/1997

por Agência Estado

São Paulo, SP, 14 - Leonardo está de volta ao Paris Saint-Germain (PSG). Nesta sexta-feira, a direção do clube francês anunciou a contratação do brasileiro para o cargo de diretor de futebol, mesma função exercida por ele entre 2011 e 2013. O ex-lateral-esquerdo, hoje com 49 anos, assume o cargo que era do português Antero Henrique desde junho de 2017- um mês depois, ele participou das negociações para a contratação de Neymar junto ao Barcelona na época.

Paris Saint-Germain anuncia o brasileiro Leonardo como novo diretor de futebol
Paris Saint-Germain anuncia o brasileiro Leonardo como novo diretor de futebol
"Estou muito animado para ver o Paris Saint-Germain novamente. Este clube contou tanto na minha carreira no futebol e na minha vida simplesmente. Eu realmente experimentou grandes emoções aqui como um jogador na década de 1990 e mais recentemente como diretor esportivo ao lado de nosso presidente, Nasser Al-Khelaifi, quando voltei ao clube em 2011. Hoje volto a Paris com grande entusiasmo e energia para fazer parte deste novo clube para o qual eu tenho um profundo respeito", disse.

Leonardo foi demitido do Milan ao fim da última temporada sem conseguir levar a equipe da Itália à próxima edição da Liga dos Campeões da Europa. Em sua primeira passagem pelo Paris Saint-Germain como dirigente, foi o responsável pela contratação de jogadores-chave da equipe até hoje como Thiago Silva, Marquinhos, Verratti e Cavani.

NA HISTÓRIA

O brasileiro também atuou como jogador do clube na temporada 1996/1997. Ele esteve na equipe parisiense na campanha do vice-campeonato da Recopa Europeia, no qual foram derrotados pelo Barcelona. Em 46 partidas, Leonardo marcou 10 gols.

"É um momento especial para ver Leonardo voltar ao Paris Saint-Germain. O Leo marcou a história do nosso clube e todos nós sabemos o papel que ele desempenhou como diretor de futebol no início do nosso projeto. Paris Saint-Germain sempre foi sua família, estamos muito felizes em recebê-lo novamente", afirmou Nasser Al-Khelaifi.

Espaço incorporado por HTML (embed)

"Seu retorno, com o dinamismo e o talento que o conhecemos, ajudará a colocar o clube em um novo ciclo em que a ambição mantém seu lugar. Tenho certeza de que esta união fará a felicidade do Parque dos Príncipes, que sempre manteve Leonardo em seu coração. Com ele, desenhamos um elo entre as gerações do PSG, que é um belo símbolo no horizonte dos 50 anos do clube no próximo ano", completou.