Ainda intubado, Renan Dal Zotto apresenta quadro estável na UTI

Técnico da seleção brasileira masculina de vôlei está lutando contra a Covid desde o dia 16

por Agência Estado

Ainda intubado no Centro de Tratamento Intensivo (CTI), o técnico da seleção brasileira masculina de vôlei, Renan Dal Zotto, apresenta quadro estável no Hospital Samaritano, localizado no bairro de Botafogo, na zona sul do Rio de Janeiro. O treinador está internado por conta de complicações da covid-19.

Treinador apresentado quadro estável após intubação - Foto: Gaspar Nobrega / CBV
Treinador apresentado quadro estável após intubação - Foto: Gaspar Nobrega / CBV

QUADRO CLÍNICO

"O Hospital Samaritano Botafogo informa que o Sr. Renan Dal Zotto, técnico da seleção masculina de vôlei, segue internado no Centro de Tratamento Intensivo (CTI) da instituição. O paciente encontra-se sedado, em ventilação mecânica e seu estado de saúde permanece estável", diz o boletim médico divulgado nesta quarta-feira.

BOA REAÇÃO

O técnico, que havia sido extubado na última semana, voltou a ser intubado na noite de domingo após uma piora no padrão respiratório, passando novamente pelo procedimento. Na tarde de segunda-feira, a Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) informou que houve troca de medicações e o treinador reagiu bem, com uma melhora leve do quadro respiratório. Desta vez, em comparação ao último boletim, o paciente segue estável.

LUTA LONGA

Diagnosticado com a covid-19, Renan foi internado no último dia 16. Três dias depois, a CBV informou que o treinador havia sido intubado para manter o nível da saturação de oxigênio mais alta. O treinador passou por uma cirurgia vascular nesse mesmo dia por conta de uma trombose arterial aguda. No início da semana, apresentou melhora no quadro respiratório após cirurgia. No sábado, foi extubado e começou o processo de recuperação.

O técnico já tomou a primeira dose da vacina contra o novo coronavírus, em Santa Catarina, mas ainda aguarda o calendário para tomar a segunda. Com 60 anos, ele se enquadra no grupo prioritário da saúde por ser profissional de Educação Física.