Ex-jogador do San Francisco 49ers é condenado a 15 anos de prisão por estupro

Além de estuprada, a vítima, então com 31 anos, ainda foi mantida em cárcere e ameaçada

por Agência Estado

Campinas, SP, 28 - O norte-americano Dana Stubblefield, de 49 anos, defensor do San Francisco 49ers na década de 90, foi condenado a 15 anos de prisão, nesta segunda-feira, por ter estuprado uma mulher com deficiência de ordem intelectual em 2015. O ex-jogador foi acusado de atrair a vítima para sua casa com a intenção de contratá-la como babá.

Após a conversa, Stubblefield ligou para a vítima e pediu que retornasse para sua casa para receber um dinheiro pelo tempo gasto para a entrevista. Após a agressão, a mulher foi até uma delegacia e fez a denúncia. Na época, a fiança foi de US$ 250 mil (cerca de R$ 1,2 milhão). Além de estuprada, a vítima, então com 31 anos, ainda foi mantida em cárcere e ameaçada por intermédio de uma arma de fogo.

"A vítima lutou por toda a sua vida com deficiências de aprendizado e o desafio de ser independente. Se nós não lutarmos por ela, então por quem estamos lutando? Essa tem sido uma longa jornada para essa mulher e estamos gratos pelo juri por lhe conceder uma conclusão, e para nossa comunidade, justiça após um injusto e violento crime - declarou o promotor Jeff Rosen.

Stubblefield tinha talento para o futebol americano e foi premiado como calouro do ano e defensor ano em 1993 e 1997, respectivamente, quanto era jogador do San Franciscio 49ers. Ele também atuou pelo Washington Redskins, atual Washington Football Team, e pelo Oakland Raiders. Após dez anos na liga, Stubblefield se aposentou em 2003.