F1: Hamilton se disfarça e vai às ruas de Londres participar de protesto contra o racismo

Piloto da Mercedes usa óculos escuros e máscaras enquanto participa de passeata no Hyde Park

por Agência Estado

Campinas, SP, 21 (AFI) - O hexacampeão mundial de Fórmula 1 Lewis Hamilton participou neste domingo em Londres de um protesto contra o racismo. O ato organizado pela repercussão do assassinato do americano George Floyd, no fim de maio, reuniu milhares de pessoas na capital britânica e contou com a presença do piloto da Mercedes, que se disfarçou com óculos, gorro e máscara para se juntar aos demais presentes na manifestação.

Hamilton se disfarça e vai às ruas de Londres participar de protesto contra o racismo
Hamilton se disfarça e vai às ruas de Londres participar de protesto contra o racismo
Hamilton revelou a presença na passeata em uma postagem no Twitter. O piloto aparece vestido com roupa preta e carregando um cartaz com a frase Black Lives Matter (Vidas negras importam). O ato foi nos arredores do Hyde Park, um dos principais pontos turísticos de Londres, e segundo o multicampeão da Fórmula 1, foi um evento pacífico e marcado pela presença de pessoas de variadas origens.

"Fui ao Hyde Park hoje para o protesto pacífico. Estava muito orgulhoso de ver pessoalmente tantas pessoas de todas as raças e origem participando do movimento. Foi realmente emocionante. Eu me extremamente positivo com a mudança, mas não podemos parar agora", escreveu o piloto. Hamilton tem se manifestado continuamente nas últimas semanas para defender a realização das manifestações antirracistas pelo mundo.

O único piloto negro da Fórmula 1 disse apoiar a derrubada de símbolos racistas pelo mundo e criou uma comissão para promover a diversidade no automobilismo. A temporada deste ano da categoria ainda não começou por causa do novo coronavírus, mas a primeira corrida está prevista para o início de julho, na Áustria.