Senador Manny Pacquiao cria lei para prender quem cuspir nas ruas das Filipinas

Segundo a "Lei Anti-Cuspir 2020", o cidadão que cuspir na rua será multado na primeira vez em 5 mil até 50 mil pesos filipinos

por Agência Estado

Campinas, SP, 16 - O boxeador e senador filipino Manny Pacquiao criou nesta segunda-feira uma lei que vai punir ou até mesmo prender quem cuspir nas ruas das Filipinas. A tentativa é diminuir o contágio do novo coronavírus, denominado Covid-19, no país asiático.

Segundo a "Lei Anti-Cuspir 2020", o cidadão que cuspir na rua será multado na primeira vez em 5 mil até 50 mil pesos filipinos (de US$ 100 a US$ 1 mil). Em caso de reincidência, o infrator poderá ser preso por até seis meses.

Senador Manny Pacquiao cria lei para prender quem cuspir nas ruas das Filipinas
Senador Manny Pacquiao cria lei para prender quem cuspir nas ruas das Filipinas
"Considerando a gravidade da situação, há uma necessidade urgente de instituir uma medida preventiva concreta para impedir a propagação da doença que se tornou uma emergência de saúde global", afirmou o político e esportista.

Em parceria com o bilionário chinês Jack Ma, Manny Pacquiao doou, nesta segunda-feira, 50 mil kits para testes contra o coronavírus nas Filipinas. O anúncio foi feito nas redes sociais das duas celebridades.

A ajuda vem em boa hora, pois o Departamento de Saúde do país asiático só possuía dois mil kits nesta semana. Na semana passada, Jack Ma doou um milhão de máscaras e 500 mil kits para os Estados Unidos.