Tênis: Djokovic e Nadal exaltam médicos e pedem quarentena aos fãs

"Queria mandar uma mensagem de agradecimento aos médicos, enfermeiros, todo o pessoal que está nos protegendo", disse Nadal

por Agência Estado

Campinas, SP, 22 - Dois principais tenistas da atualidade, o espanhol Rafael Nadal e o sérvio Novak Djokovic exaltaram o trabalho que vem sendo realizado pelos médicos em meio à pandemia de coronavírus e pediram aos fãs que permaneçam em quarentena para não ampliar o contágio do Covid-19.

"São tempos muito complicados para todos. Esta situação está atingindo a todos nós. E todos estamos levando da melhor maneira possível em nossas casas. Queria mandar uma mensagem de agradecimento aos médicos, enfermeiros, todo o pessoal da área sanitária que está nos protegendo, a polícia, a guarda civil, o Exército. Todos que estão na primeira linha de fogo, aqueles que correm mais risco de se contaminar. São nossos heróis. Minha admiração a todos. Muito obrigado", disse Nadal, nas redes sociais.

TENTOU ANIMAR

Atual número dois do mundo, o tenista também tentou animar os fãs, principalmente aqueles atingidos mais diretamente pelo novo vírus. A Espanha é o segundo país mais atingido pela doença na Europa, atrás apenas da Itália em número de infectados (19.980) e de mortos (1.002).

"Desejo ânimo a todas as famílias que sofrem o que estão sofrendo. Aos infectados. Também uma menção aos que faleceram por causa do coronavírus. É difícil dizer qualquer coisa nestes momentos tão complicados", disse Nadal. "Mas também há coisas positivas. Estamos demonstrando ser um povo unido, que cumpre com tudo que precisa ser cumprido. Muitas empresas estão contribuindo cada uma com o seu grão de areia."

Novak Djokovic
Novak Djokovic
PEDIU AJUDA

Djokovic, por sua vez, pediu que os fãs ajudem aos médicos ao ficarem em casa. "Por favor, fiquem em casa em quarentena e ajudem os médicos a ajudar a todos os infectados e necessitados. Não vamos sobrecarregá-los ainda mais nestes tempos críticos", afirmou o sérvio, também em suas redes sociais.

"Vivemos em uma vida moderna acelerada, constantemente em movimento. Raras vezes nos detemos para contemplar nossa vida. Vamos passar tempo com a nossa família, rezem, meditem, cantem, dancem, comam adequadamente e escrevam. Aproveitem as pequenas coisas da vida. Tentem rir, amar e dedicar tempo ao trabalho interno e treinem o cérebro para que tenham pensamentos positivos", declarou o número 1 do mundo.