F1: Vettel prevê bom final de semana na China: 'Carro tem mais potência que pensava'

Líder da sessão da manhã e segundo à tarde, o tetracampeão mundial prevê um bom final de semana

por Agência Estado

Campinas, SP, 12 - Com um começo de temporada instável - quatro lugar na Austrália e quinto no Bahrein -, o alemão Sebastian Vettel se animou nesta sexta-feira com os resultados de sua Ferrari nos dois primeiros treinos livres para o GP da China, em Xangai, que marca a 1.000.ª corrida da história da Fórmula 1. Líder da sessão da manhã e segundo à tarde, o tetracampeão mundial prevê um bom final de semana.

"Em geral estou muito contente, mas também sinto que o carro tem muito mais potência do que pensava. Por isso não estou totalmente satisfeito, mas esperançoso de um bom final de semana", afirmou Vettel após ficar atrás apenas do finlandês Valtteri Bottas, da Mercedes nas atividades desta sexta-feira.

Vettel prevê bom final de semana na China: 'Carro tem mais potência que pensava'
Vettel prevê bom final de semana na China: 'Carro tem mais potência que pensava'
Bottas e Vettel foram os únicos nas duas sessões de treinos livres que conseguiram marcar um tempo na casa dos 1min33s. O alemão ficou apenas 0s027 atrás do finlandês. "Sabia que a Mercedes estaria forte e por isso temos um bom sinal que estamos muito perto deles", disse o piloto da escuderia italiana, que em Xangai mostra melhor rendimento nas longas retas do circuito.

Companheiro de Vettel na Ferrari, o monegasco Charles Leclerc também ficou satisfeito com o que aconteceu nesta sexta-feira. "Em termos de desempenho, acho que estamos bem. No segundo treino eu não tive uma volta limpa, então não faz sentido avaliar performance. Mas, no geral, estou bem feliz com o carro. Ainda temos trabalho pela frente no equilíbrio aqui e ali, mas deve estar tudo bom para amanhã (sábado)", comentou.

Leclerc ficou com a sétima colocação do dia e se mostrou surpreso com o desempenho da Red Bull, especialmente do holandês Max Verstappen. "Mercedes e Red Bull, todo mundo está muito próximo. Definitivamente não esperávamos ver a Red Bull tão perto, mas é uma boa surpresa. Ao menos haverá briga na pista e realmente queremos isso", afirmou.

Os pilotos voltam a acelerar no Circuito Internacional de Xangai à 0 hora (de Brasília) deste sábado, quando será realizado o terceiro e último treino livre para o GP da China. Mais tarde, às 3 horas, acontecerá a sessão de classificação. E a milésima corrida da história da Fórmula 1, que começou em 1950 no circuito britânico de Silverstone, terá início às 3h10 do domingo.