Tênis: Brasil fica sem vaga direta nas chaves de simples do Aberto da Austrália

O quarteto ficou de fora da lista divulgada pelos organizadores do torneio australiano por terem ranking acima do número de corte

por Agência Estado

Campinas, SP, 05 - O Brasil não terá representantes garantidos diretamente nas chaves de simples do Aberto da Austrália, no próximo mês. Thiago Monteiro, Rogério Dutra Silva, Thomaz Bellucci e Beatriz Haddad Maia terão que disputar o qualifying para tentar a vaga na chave principal do primeiro Grand Slam do ano, que terá início no dia 14 de janeiro.

O quarteto ficou de fora da lista divulgada pelos organizadores do torneio australiano por terem ranking acima do número de corte. No feminino, a última tenista a entrar é a norte-americana CoCo Vandeweghe, atual 102ª do ranking. No masculino, trata-se do italiano Thomas Fabbiano, que ocupa a mesma posição.

Bia Haddad é a atual 187ª do mundo, enquanto Monteiro (123º), Rogerinho (165º) e Bellucci (242º) seguem fora do Top 120. Na edição do Aberto da Austrália deste ano, somente Rogerinho e Bia conseguiram entrar direto na chave principal. Monteiro precisou passar pelo quali e Bellucci estava afastado para cumprir suspensão por doping. Em 2019, o qualifying terá início no dia 8 de janeiro.

Brasil fica sem vaga direta nas chaves de simples do Aberto da Austrália
Brasil fica sem vaga direta nas chaves de simples do Aberto da Austrália
No masculino, os principais tenistas do mundo garantiram presença na chave principal. A lista é liderada pelo sérvio Novak Djokovic, atual número 1 do mundo. O espanhol Rafael Nadal e o suíço Roger Federer, atual bicampeão, também entraram, assim como o escocês Andy Murray. Atual 259º do mundo, ele entrou com o ranking protegido. O mesmo acontece com o sérvio Janko Tipsarevic e o belga Steve Darcis.

No feminino, a romena Simona Halep, líder do ranking e atual vice-campeã em Melbourne, encabeça a lista. Também se destacam na relação a dinamarquesa Caroline Wozniacki, atual campeã, e a norte-americana Serena Williams, que voltará ao torneio após se ausentar neste ano porque ainda recuperava a forma física e técnica na sequência do nascimento de sua primeira filha.

Uma das baixas certas na chave feminina é a da polonesa Agnieszka Radwanska, que anunciou recentemente a sua aposentadoria do circuito. Com ranking protegidos, entraram diretamente na chave a suíça Timea Bacsinszky, a alemã Laura Siegemund e a norte-americana Bethanie Mattek-Sands.

 
 
" />