Stephen Curry e LeBron James colocam a rivalidade em quadra no All-Star Game 2018

Dupla decidiu as últimas três finais da NBA com Warriors e Cavaliers

por Agência Futebol Interior

Nos próximos dias 16, 17 e 18 acontecem o All-Star Game 2018, direto do Staples Center, em Los Angeles. A programação começa na sexta-feira com o desafio de habilidades, enterradas e três pontos, além do jogo das celebridades. No dia seguinte, é a vez dos calouros em quadra, enquanto no domingo, os principais atletas da NBA se enfrentam. Os eventos trazem boas opções de lucro nas casas de apostas.

Ao contrário dos últimos anos, o jogo das estrelas da NBA não trará o duelo entre a Conferência Oeste e a Conferência Leste. Desta vez, os atletas até foram escolhidos por votação novamente, mas as equipes foram divididas entre o time de LeBron James e o de Stephen Curry. Os dois receberam o maior número de votos e por isso viraram os capitães da noite, tendo a responsabilidade de escolherem seus companheiros.

Time de LeBron James sofre com desfalques de última hora

Na hora de escolher sua equipe, LeBron James montou um time fantástico. Logo de cara tem Kevin Durant, o MVP das finais do último ano e Kyrie Irving, seu antigo companheiro de Cleveland. No entanto, as lesões deram uma enfraquecida do time, pois DeMarcus Cousins, LaMarcus Aldridge, Kevin Love, John Wall e Kristaps Porzingis tiveram problemas e estão de fora da partida.

O número de baixas é muito alto, causando uma grande reformulação. Para estes lugares, entraram Paul George, Andre Drummond, Goran Dragic e Kemba Walker. Todos de muito talento, mas inferiores aos da primeira seleção.

Isso pode dificultar um pouco a vida do Time LeBron, que dá R$ 1,64 para cada real por um triunfo, segundo números do Oddsshark.com. Para compensar os problemas, a expectativa fica que Russell Westbrook tenha mais um dia inspirado. O atleta foi o MVP do All Star Game nas edições de 2015 e 2016 e costuma arrebentar no duelo. Sempre em busca de recordes, o armador tem o objetivo de se se aproximar do posto de maior vencedor do prêmio, que no momento pertence a Kobe Bryant, com quatro nomeações.

No comando deste grupo está Dwane Casey, que vem fazendo uma temporada espetacular como técnico do Toronto Raptors e pode dar a sua dose de contribuição no domingo.

Time de Stephen Curry conta com a bola de três

Se LeBron James traz um time mais equilibrado, Stephen Curry resolveu apostar na sua especialidade, as bolas de três. Boa parte do seu elenco vai muito bem nesta função, como James Harden, Damian Lillard e claro Klay Thompson. Desta forma, principalmente por se tratar de um jogo festivo, pode esperar por um show de tiros de longa distância.

No time titular ainda aparecem Giannis Antetokounmpo e DeMar DeRozan, que são os líderes de Bucks e Raptors. Outro nome importante do jogo é Joel Embiid, que faz uma temporada excelente pelo Philadelphia 76ers.

Enquanto isso lá atrás a expectativa fica para que Draymond Green consiga segurar o ataque adversário. O melhor defensor da temporada 2016/2017 é peça chave para o Time Curry sair vitorioso, o que rende R$ 2,21, de acordo com dados do Oddsshark.com,

A equipe terá como técnico o comandante do Houston Rockets, Mike D’Antoni, que também faz um bom trabalho na liga.

Duelo de calouros

Diferentemente do evento principal, o jogo dos calouros segue o modelo das últimas edições, quando os novatos foram divididos entre os norte-americanos e os estrangeiros. O formato trouxe rivalidade para a partida, que terminou com uma vitória para cada lado nos últimos dois anos.

Já as lesões seguem sendo um problema aqui também. O time dos Estados Unidos perdeu seus dois armadores, Lonzo Ball, do Los Angeles Lakers e Malcom Brogdon, do Milwaukee Bucks. A ausência da dupla tem um peso significativo, pois os demais atletas da equipe não fazem uma temporada de tanto impacto. Caso o grupo consiga vencer os problemas garante R$ 1,70 para cada real.

Do outro lado, os estrangeiros chegam completos e com mais atletas em alto nível, como Joel Embiid e Ben Simmons, do Philadelphia 76ers e Lauri Markkanen, do Chicago Bulls. O que faz com que não seja surpresa ver o time Mundo vencer pela segunda vez seguida, o que dá R$ 2,20.

Datas, horários e os números do Oddsshark.com para o All-Star Game 2018

17/02 – 23h – Time EUA (R$ 1,70) x (R$ 2,20) Time Mundo

18/02 – 22h – Time Stephen Curry (R$ 2,21) x (R$ 1,64) Time LeBron James