Buenos Aires será candidata a receber Jogos Pan-Americanos em 2023

A intenção foi revelada pelo jornal argentino La Nación, que falou com o ministro de Modernização Andy Freire

por Agência Estado

São Paulo, SP - Depois de receber os Jogos Olímpicos da Juventude, no ano que vem, a Argentina quer também voltar a ser sede dos Jogos Pan-Americanos. Na semana que vem, a cidade de Buenos Aires deve apresentar à Organização Desportiva Pan-Americana (Odepa) a sua candidatura para o Pan de 2023.

A intenção foi revelada pelo jornal argentino La Nación, que falou com o ministro de Modernização, Inovação e Tecnologia da cidade de Buenos Aires, Andy Freire. "Vamos enviar à Odepa nossa carta de intenção para fazer o Pan. Foi decidido essa semana, na quarta. Precisamos de três cartas que validem nossa intenção. Só falta a do presidente (Maurício) Macri, mas desde Olivos (sede do governo federal), nos confirmaram que ela está por sair", afirmou o ministro.

As cidades interessadas no Pan de 2023 têm até a próxima terça-feira para apresentar a declaração de interesse. Depois, até 30 de abril têm que pagar US$ 50 mil para entrar na briga.

Sede dos Jogos Sul-Americanos de 2014 e derrotada por Lima, no Peru, pelo Pan de 2019, a capital do Chile, Santiago, tinha tudo para ficar com o Pan de 2023. Mas, no início do ano, o Ministério da Fazenda do governo Michelle Bachelet rejeitou apresentar a candidatura à Odepa.

A Argentina já recebeu a primeira edição do Pan, em 1951, e também a de 1995, sempre em Mar del Plata. A cidade também pretendia se candidatar por 2023, assim como Rosário, mas a preferência do comitê olímpico argentino e do governo federal é pela capital Buenos Aires.

Depois de o Brasil receber o Pan, a Copa do Mundo e a Olimpíada, o governo argentino também quer tornar o país um destino para grandes eventos. Terá os Jogos Olímpicos da Juventude em 2018 e tentará o Mundial de Rúgbi de 2027 e o de basquete de 2023, junto com o Uruguai. Além disso, estuda uma candidatura pela Copa de 2030, também junto com o Uruguai.