Paulista A2: 'Precisamos ter a cabeça no lugar', afirma meia do Audax

Aos 33 anos, experiente Léo Rocha diz que tem conversado com os companheiros mais novos, tentando passar tranquilidade

por Daniel Camargo

Osasco, SP, 08 (AFI) - Décimo quarta na tabela de classificação da Série A2 do Campeonato Paulista, o Audax se prepara para receber o embalado Nacional no próximo sábado (10), às 17, no Estádio Prefeito José Liberatti, pela 12ª rodada. Ciente da pressão que o time vem enfrentando ao longo do estadual, o experiente Léo Rocha, de 33 anos, enfatiza que o momento exige serenidade, pois os resultados deve acontecer naturalmente.

Léo Rocha diz time precisa ter a cabeça no lugar (Foto: Thiago Bassan / Audax)
Léo Rocha diz time precisa ter a cabeça no lugar (Foto: Thiago Bassan / Audax)

"O principal agora é ter cabeça, devido ao momento difícil. Precisamos ter a cabeça no lugar e saber que o resultado vai acontecer naturalmente. Não adianta a gente se desesperar, porque é pior. Eu, Gilcimar e Robert, os mais experientes do time, estamos tentando passar tranquilidade para o pessoal (mais novo) para que eles estejam conscientes do que vão fazer. Jogamos bem contra o Oeste, mas no detalhe não conseguimos a vitória. Mas, temos totais condições de sair dessa situação", comentou, em entrevista exclusiva ao Portal Futebol Interior.

PONTUAR É PRECISO
Com os mesmos 8 pontos que a 15ª colocada Portuguesa, o meia sabe que é fundamental se manter fora do Z2, tendo em vista que restam apenas mais quatro partidas para o fim da primeira fase.

"A preparação está boa e de acordo com o planejamento. Fizemos um treino tático nesta manhã, visando o modo de atuar na partida diante do Nacional. Esperamos sair com os três pontos em casa, que vai ajudar a concretizar a nossa saída da parte de baixo da tabela".

Na última terça (06), o Vermelhinho foi derrotado pelo Oeste em casa, por 2 a 1. Léo Rocha entrou no intervalo no lugar do volante Kleber e aos 47 do segundo fez o gol de honra da equipe.

 
 
" />