Paulista A2: Após saída de Luciano Quadros, Audax anuncia novo treinador

Leandro Mehlich foi comandante da equipe osasquense na Copa SP, que chegou até às oitavas-de-finais da competição

por Agência Futebol Interior

Osasco, SP, 07 (AFI) - Vivendo um momento conturbado após a saída de Luciano Quadros e dentro da zona de rebaixamento do Paulista A2, o Audax irá apostar em um 'técnico da casa' em busca da reabilitação. Até por conta disso, a diretoria definiu na tarde desta quarta-feira, que Leandro Mehlich dirigirá a equipe no jogo com o São Bernardo, no próximo domingo, às 20 horas, no Rochdale. Ele comandará a equipe por tempo indeterminado.

Audax terá Leandro Mehlich como treinador contra o São Bernardo (Foto: Tiago Bassan)
Audax terá Leandro Mehlich como treinador contra o São Bernardo (Foto: Tiago Bassan)

Mehlich foi o comandante da equipe do Audax que chegou às oitavas-de-finais na última Copa São Paulo de Futebol Júnior. Antes disso, ele teve passagens por Banespa, Osasco FC, Red Bull, Desportivo Brasil, Clube Atlético Diadema e Corinthians. O novo comandante é formado em Educação Física com especialização em Futebol.

Enquanto isso Mehlich estiver no comando técnico da equipe, o auxiliar técnico José Carlos da Silva e o preparador físico Bruno Praglioli farão parte da comissão técnica.

DIFICULDADE EM ACHAR UM NOVO COMANDANTE
Após a saída de Fernando Diniz que foi rumo a novos desafios na carreira, a diretoria do Audax tem tido dificuldade na procura de um novo técnico do mesmo nível. O time osasquense apostou em Luciano Quadros, mas não teve paciência com o trabalho do comandante e após seis rodadas ele acabou demitido. Vinicius Munhoz e Ricardo Drubscky nos anos anteriores também foram provas de pouca paciência dos mandatários do clube.

Criador de um estilo próprio de jogar futebol, Fernando Diniz colecionou admiradores na diretoria do Audax, principalmente Mário Teixeira, proprietário do clube. Até por isso, o treinador foi mantido na equipe sob qualquer circunstância, até mesmo no ano passado quando o time venceu apenas 2 jogos no Campeonato Paulista e acabou rebaixado. Não fosse decisão do próprio Diniz, o agora treinador do Atlético Paranaense ainda estaria no comando do Audax.

 
 
" />