Matheus Costa valoriza Roberto Fernandes, mas quer se impor contra CRB

Sem perder há quatro rodadas, o Operário está em oitavo lugar com 48 pontos

por Agência Futebol Interior

Ponta Grossa, PR, 13 (AFI) - O técnico Matheus Costa valorizou a chegada de Roberto Fernandes no CRB, próximo adversário do Operário na Série B do Campeonato Brasileiro. Ainda assim, o comandante do Fantasma quer impor seu jogo nesta quinta-feira, às 19h15, no Germano Kruger, em Ponta Grossa, pela 35ª rodada.

"Já enfrentei o Roberto (Fernandes, técnico do CRB) algumas vezes. Todas as equipes dele são muito competitivas, que lutam e brigam a todo momento, se posicionam muito bem em campo. Então a gente tem que estar muito preparado para essas situações. Acredito que cada jogo tem uma história, a gente tem que estar atento o jogo todo, se preocupar com a equipe do CRB e procurar impor o nosso jogo dentro da nossa casa para buscar a vitória", analisou Matheus Costa.

Respeito, mas confiança. (Foto: José Tramontin / Operário)
Respeito, mas confiança. (Foto: José Tramontin / Operário)
BASE MANTIDA!

Satisfeito com a apresentação do time nas últimas rodadas, Matheus Costa deverá manter a base. O único problema será o volante Leandro Vilela, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Jorge Jimenez, que o substituiu na rodada passada, fica com a vaga.

O atacante Douglas Coutinho, sondado por clubes do exterior, segue fora por causa de uma lesão muscular grau I na posterior da coxa esquerda. Já o meia Tomas Bastos tem uma pubalgia e também fica fora.

FOCO!
"A gente tem que manter os pés no chão. Fizemos uma ótima partida que resultou numa vitória. Mas agora a gente só tem um objetivo, que é fazer o nosso melhor para vencer o CRB. A gente tem que pensar no nosso jogo, no que a gente pode fazer", comentou o treinador.

O clube paranaense conseguiu sua segunda vitória seguida ao superar o Confiança por 2 a 1. Sem perder há quatro rodadas, o Operário está em oitavo lugar com 48 pontos, dois a mais do que o CRB, 11º colocado.

OPERÁRIO - Martín Rodríguez; Alex Silva, Bonfim, Ricardo Silva e Fabiano; Jorge Jimenez, Marcelo e Pedro Ken; Maranhão, Ricardo Bueno e Rafael Oller.