Série B: Desfalque de meia não permite técnico do Operário manter formação

Gerson Gusmão disse que tinha a intenção de dar continuidade ao time que venceu o Sport na última rodada

por Agência Futebol Interior

Ponta Grossa, PR, 07 (AFI) - O técnico Gerson Gusmão tinha a intenção de manter a formação que encerrou o jejum de vitórias do Operário na última sexta-feira ao bater o Sport, por 2 a 1, mas isso não será possível. O meia Rafael Chorão foi vetado para o jogo deste sábado, contra o Brasil de Pelotas.

Com uma lesão muscular na coxa direita, Rafael Chorão se juntou ao atacante Eduardo, que já estava contundido. O substituto do meia ainda não foi definido por Gerson Gusmão. A dúvida é entre Robinho, Revson e Jean Carlo. O último corre por fora.

O técnico Gerson Gusmão tinha intenção de manter a formação do Operário (Foto: José Tramontin/OPEC)
O técnico Gerson Gusmão tinha intenção de manter a formação do Operário (Foto: José Tramontin/OPEC)
"Se o Chorão pudesse jogar, a equipe seria a mesma que começou o último jogo. O time teve uma boa atuação e eu gosto da continuidade. O Julinho, o Lázaro e o Schumacher tendem a evoluir conforme vão ganhando mais ritmo", comentou Gerson Gusmão.

O provável Fantasma para esse jogo é: Simão; Maílton, Lázaro, Sosa e Julinho; Chicão, Índio, Robinho (Revson) e Marcelo; Felipe Augusto e Schumacher.

Na zona intermediária, com sete pontos, o Operário busca a segunda vitória seguida para respirar em relação a zona de rebaixamento. O Guarani é o 17º colocado, com cinco, mas já jogou pela sétima rodada.