Série C: Em alta no Operário-PR, Gerson Gusmão diz que recusou proposta do Brasil-RS

Dias após conquistar o acesso à Série B com o Fantasma, treinador foi procurado pela diretoria xavante

por Agência Futebol Interior

Ponta Grossa, PR, 29 (AFI) - Em grande momento após conquistar o acesso à Série B de 2019 sob o comando do Operário Ferroviário, Gerson Gusmão foi procurado pelo Brasil de Pelotas. Em entrevista ao repórter Eduardo Costa, da Rádio Caxias, o treinador confirmou que recusou uma proposta da diretoria pelotense na última terça-feira.

O contato foi feito antes mesmo da saída do então técnico Gilmar Dal Pozzo, que teve o desligamento oficializado pelo Brasil na manhã desta quarta-feira. Poucas horas depois, o Xavante anunciou o retorno de Rogério Zimmermann, treinador que comandou o time durante cinco anos, até ser demitido em julho de 2017, após acessos na Série D em 2014 e na Série C em 2015.

Gerson Gusmão trilha no Operário um caminho parecido com o de Zimmermann em sua passagem anterior pelo Brasil de Pelotas. Desde 23 de março de 2016 no comando do Fantasma, Gusmão é o treinador mais longevo das três principais divisões do Campeonato Brasileiro.

Gerson Gusmão recusou proposta do Brasil-RS. (Foto: José Tramontin / OFEC)
Gerson Gusmão recusou proposta do Brasil-RS. (Foto: José Tramontin / OFEC)
Já são dois anos e cinco meses de um trabalho que tem rendido bons frutos. Em 2017, o técnico conquistou o acesso à Série C e ainda foi campeão da Série D. Na atual temporada, conquistou o acesso à elite do Paranaense, além de ter levado o título da segunda divisão estadual.

Mais um episódio de conquista veio no último domingo, quando o Operário subiu para a Série B ao vencer o Santa Cruz por 3 a 0, após derrota por 1 a 0 pelas quartas da Série C. Agora, o objetivo é coroar mais uma vez o acesso com um título. O primeiro jogo da semifinal, contra o Bragantino, será neste sábado, no Nabi Abi Chedid.