Ex-presidente do Olympique de Marselha morre aos 68 anos por coronavírus

Ex-jornalista e empresário de jogadores, foi presidente do Olympique de 2005 a 2009

por Agência Estado

Campinas, SP, 31 (AFI) - O Olympique de Marselha comunicou nesta terça-feira o falecimento do senegalês Pape Diouf, ex-presidente do clube. Ele tinha 68 anos e morreu após contrair coronavírus. O ex-dirigente estava sendo tratado em Dacar, capital do Senegal.

"É com grande tristeza que o Olympique de Marselha soube da morte de Pape Diouf. Pape permanecerá no coração do Marselha para sempre, como um dos grandes arquitetos da história do clube. Nós enviamos nossas sinceras condolências à sua família e entes queridos", anunciou, em seu perfil no Twitter.

Diouf se mudou para Marselha quando era adolescente. Ex-jornalista e empresário de jogadores, foi presidente do Olympique de 2005 a 2009, tendo terminado o Campeonato Francês duas vezes em segundo lugar. Na sua gestão, o time foi finalista da Copa da França em duas oportunidades, mas perdeu ambas as decisões. No ano seguinte à sua saúda, o time faturou a liga nacional.

Descanse em paz. (Foto: Divulgação)
Descanse em paz. (Foto: Divulgação)
A Liga Francesa de Futebol também lamentou o falecimento do dirigente. "Pape Diouf será lembrado como um carismático cativante e apaixonado líder. A LFP estende seus pêsames a sua família, sua esposa e ao Olympique de Marselha durante este momento de imensa tristeza no futebol francês", afirmou.