Paulistão: Técnico do Oeste tenta se aprimorar e pensa em parte física dos atletas

Renan Freitas diz estar estudando durante pausa do campeonato e fala sobre bom momento da equipe

por Federação Paulista (FPF)

Barueri, SP, 24 (AFI) - O Paulistão está temporariamente parado desde o dia 16 de março, devido ao surto do Covid-19. Com isso, o técnico do Oeste, Renan Freitas, falou sobre a preocupação com a parte física de seus atletas e como tem se atualizado neste período.

“Esse momento com o campeonato paralisado é complicado para gente. Até mesmo porque os atletas vão ficar praticamente zerados na parte física, mesmo com a gente estando sempre em contato e eles trabalhando em casa. Mas, a gente sabe que é diferente do que treinar no clube, treinar situações que realmente trabalham o limite físico”, explicou o treinador.

MEDIDAS TOMADAS
Para esse cenário, o treinador da equipe diz que medidas foram tomadas.

“A gente fez uma cartilha individual para todos os atletas, para treinarem em casa. Além das recomendações essenciais como: fazer a quarentena, ficar em casa, sair o mínimo possível, evitar contato com pessoas de idade, que fazem parte do grupo de risco, para ter o mínimo de possibilidade de contagiar essas pessoas”, explica.

Técnico do Oeste tenta se aprimorar e pensa em parte física dos atletas
Técnico do Oeste tenta se aprimorar e pensa em parte física dos atletas
O comandante também revelou que está aproveitando esse tempo para se aprimorar ainda mais.

“Tenho lido bastante. Alguns livros que eu precisava ler sobre futebol. Tenho assistido bastante jogos também. Um acervo de cerca de 80 jogos gravados, de equipe do exterior e do Brasil. Assisto aos jogos também para procurar evoluir e não ficar parado no tempo. Acho que nesse sentido, será proveitoso”, diz Renan Freitas.

DE OLHO NA CLASSIFICAÇÃO
O campeonato parou com o Oeste na segunda colocação do Grupo A, com dez pontos. Com essa classificação, a equipe garante vaga na próxima fase da competição. Para Renan, a boa fase tem explicação.

“Eu acredito sempre no trabalho em equipe. Primeiro nossa diretoria sempre nos apoiou até nos momentos difíceis. Temos uma comissão técnica que trabalha e se dedica muito também e, principalmente, o grupo de atletas. É um grupo que comprou nossa ideia de jogo e tem se dedicado muito com o clube e com o sistema de jogo. Acredito que é o fator principal pela boa colocação”.