Oeste emite nota oficial e rechaça venda para Red Bull Brasil

O clube de Barueri recusou a parceria e vai para a Série B com as próprias pernas

por Agência Futebol Interior

Barueri, SP, 12 (AFI) - O Oeste descartou vender o clube para o Red Bull Brasil. Em nota oficial, o clube de Barueri afirmou ter recebido uma oferta da equipe rival do Campeonato Paulista, mas rechaçou tomar tal atitude. Essa não foi a primeira vez que o Toro Loko ofereceu uma espécie de parceria para a equipe que tem como presidente Ernesto Francisco Garcia.

Mesmo após ter saído de Itápolis e transformado Barueri como casa, o mandatário garantiu que o Oeste não tem como objetivo se desfazer de seu nome ou de suas metas, como chegar nas fases finais do Paulistão deste ano e buscar o acesso à elite do futebol brasileiro.

Esse último fator é o principal motivo que tem levado o Red Bull Brasil a ofecer parcerias para clubes do Estado de São Paulo. A equipe, com sede em Jarinu, quer chegar à Série A por um caminho mais rápido do que ter que percorrer as quatro divisões nacionais. Vale lembrar que as outras equipes da mesma franquia atuam na principal competição do país como, por exemplo, na Áustria e na Alemanha.

Além do Oeste, o Red Bull fez uma consulta para tentar a compra do Bragantino, mas o presidente Marcelo Chedid descartou até mesmo abrir negociação.

Oeste não aceitou a proposta do Red Bull Brasil - Jefferson Vieira / Oeste
Oeste não aceitou a proposta do Red Bull Brasil
Confira a nota oficial do Oeste:

O Oeste FC comunica mais uma vez aos seus torcedores e imprensa que o clube, em nenhuma hipótese, será vendido. A diretoria foi procurada com uma proposta oficial, mas rechaçou qualquer possibilidade de venda do clube.

A diretoria aproveita para salientar que está firme na decisão e que seguirá o planejamento de levar o Rubrão cada vez mais longe nas competições, visando a fase final do Campeonato Paulista e o acesso à elite do Campeonato Brasileiro