Sem atuar contra Palmeiras, meia se despede do Novorizontino e agradece oportunidade

A equipe concentra agora as atenções para o Campeonato Brasileiro da Série D, no entanto boa parte do elenco não irá permanecer

por Agência Futebol Interior

Novo Horizonte, SP, 27 (AFI) - Após empate no primeiro jogo das quartas de final, o Novorizontino não conseguiu repetir a boa atuação em casa e acabou se despedindo do Paulistão, após perder para o Palmeiras, por 5 a 0. A equipe concentra agora as atenções para o Campeonato Brasileiro da Série D, no entanto boa parte do elenco não irá permanecer.

Um dos nomes certos que deixarão o clube é o volante Matheus Sales. Matheus, inclusive não atuou nas últimas partidas. Suspenso diante Ferroviária, não pode enfrentar o Palmeiras, por questões contratuais. De fora, o jogador só agradece ao clube pela oportunidade.

"Estar fora e não poder ajudar é muito ruim. De qualquer forma só tenho a agradecer ao Novorizontino pela oportunidade. Fizemos uma grande competição. Saio de cabeça erguida. Fui recebido muito bem. Uma cidade muito boa que respira o clube. Agora é retornar para a capital, e sentar para decidir meu futuro. Tem algumas sondagens de clubes e vamos ver os próximos capítulos", disse.

Sem poder atuar diante do Palmeiras, Sales agradece oportunidade no Novorizontino
Sem poder atuar diante do Palmeiras, Sales agradece oportunidade no Novorizontino
Matheus tem contrato com o Palmeiras até o fim de 2020. Sem oportunidade no clube, onde já está há 10 anos, o jovem tem sondagens de clubes da série A e B, além do futebol português.

PALAVRAS DO COMANDANTE E DO PRESIDENTE
Apesar do resultado, o técnico Roberto Fonseca está feliz com a campanha deste ano.

“No geral, o clube e nossos jogadores estão de parabéns. Sabíamos do peso da partida decisiva de hoje. Nosso adversário criou um clima e uma certa pressão no jogo de ida e acabou trazendo isso para o jogo de hoje. Tivemos erros e acertos, com chances de gol. Só que infelizmente, nesse momento, não podíamos errar”.

Em seu terceiro ano consecutivo, o Tigre chegou às quartas de final da competição, com a classificação garantida com uma rodada de antecedência, o Novorizontino teve novamente uma campanha de notoriedade. Foram 14 jogos, 5 vitórias, 6 empates e apenas 3 derrotas, somando 21 pontos. Genilson da Rocha Santos - Presidente do Novorizontino avaliou.

“Nosso clube preza por planejamento e organização, todos que nos acompanham sabem disso. No balanço da competição o resultado foi positivo. Tivemos objetivos que foram traçados e alcançados por todos. Agora vamos trabalhar em nossas novas metas. A começar pela Série D do Brasileiro, onde queremos alcançar voos ainda maiores dos que alcançamos ano passado”, finalizou.