Paulistão: Ídolo de Ceará e Fluminense, Magno Alves acerta com o Novorizontino

Mesmo com 41 anos, prestes a fazer 42, atacante não pensa em parar tão cedo, após 41 jogos pelo Ceará em 2017

por Agência Futebol Interior

Novo Horizonte, MG, 04 (AFI) - O atacante Magno Alves vai fazer 42 dois anos no dia 13 de janeiro, mas ainda não pensa em deixar o futebol. Tanto que já definiu qual será o seu próximo clube. Após definir a saída do Ceará, em dezembro, ele aproveitou os primeiros dias do ano para acertar com o Novorizontino, e foi apresentado nesta quinta-feira como um dos principais reforços para o Paulistão.

Apesar da idade considerada avançada para a maioria dos jogadores, Magnata se mostrou em forma na temporada passada, quando fez dez gols em 41 jogos com a camisa do Ceará, além de conquistar o título do Campeonato Cearense e o acesso à elite do Brasileirão, após terminar na terceira colocação da Série B.

Em dezembro, o atacante encerrou sua terceira passagem pelo Vovô, clube no qual é ídolo, após cobrar publicamente a diretoria por uma definição em relação à renovação de contrato. O ato gerou um desconforto e o vínculo não foi estendido. Com isso, passou a procurar um novo clube e gostou da proposta do Novorizotino.

Magno Alves é o novo reforço do Novorizontino. (Foto: Thomaz Januzzi/Grêmio Novorizontino)
Magno Alves é o novo reforço do Novorizontino. (Foto: Thomaz Januzzi/Grêmio Novorizontino)

"Trata-se de um novo ciclo em minha vida e em minha carreira. Desde já, sinto uma paz e uma felicidade muito grande, minha vida é o futebol. Tenho certeza que teremos muito trabalho e que será um Paulistão promissor para todos nós. O torcedor pode esperar muita determinação, empenho e garra, além de tudo que sempre fiz e vou continuar fazendo para ajudar meus companheiros, buscando sempre fazer gols e honrar a camisa do Novorizontino", afirmou o jogador.

RODADO
Além da história que tem no Ceará, Magno Alves também é ídolo do Fluminense, time que defendeu de 1998 a 2002 e posteriormente de 2015 a 2016. Ele também tem passagens por Sport, Umm-Salal (Qatar), Atlético Mineiro, Al Ittihad (Arábia Saudita), Gamba Osaka (Japão), Oita Trinita (Japão), Jeonbuk Motors (Coréia do Sul), Criciúma.

Os primeiros passos da carreira foram dados com as camisas de Araçatuba e Independente de Limeira, entre 1996 e 1997, após ser revelado pelo Retrans, time baiano de São Sebastião do Passé. Assim, ele volta a defender um time paulista após mais de vinte anos.