Paulista A3: Goleiro do Noroeste comemora boa fase defensiva e 100% antes da pausa

“Graças a Deus e muito trabalho começamos bem o campeonato", disse Pablo enquanto treina para manter o ritimo de jogo

por Agência Futebol Interior

Bauru, SP, 30 (AFI) - Apesar do Campeonato Paulista da Série A3 estar paralisado por conta da fase emergencial do Plano SP de contingência ao covid-19, o goleiro Pablo segue fazendo treinos específicos para manter o ritmo e fez questão de destacar a solidez defensiva do Noroeste neste inicio de estadual, que sofreu apenas um gol e venceu os três primeiros jogos, estando com 100% de aproveitamento e na liderança.

“Graças a Deus e muito trabalho começamos bem o campeonato. Com isso, o clima entre nós está muito bom. Sabemos da força do nosso grupo, que já se mostrou ser forte”, comenta o camisa 1 do Alvirrubro.

Goleiro Pablo comemora boa fase da defesa no início da A3 (Foto: Bruno Freitas/Noroeste)
Goleiro Pablo comemora boa fase da defesa no início da A3 (Foto: Bruno Freitas/Noroeste)
PEÇA FUNDAMENTAL E OPINIÃO SOBRE PAUSA
Pablo, inclusive, que vem sendo titular desde a temporada passada, tem mostrado peça fundamental do elenco e foi eleito o melhor jogador na última vitória do Norusca, por 2 a 0, contra o Comercial.

“Foram defesas difíceis e conseguimos fechar o gol naquela partida, claro, contando com todo o sistema defensivo do time e o ataque que vem fazendo os gols. O treinador (de goleiros) Bruno Uchôa tem grande parcela nisso porque nos treinamentos fizemos todas essas situações de jogo que pude aplicar nas partidas. No cabeceio do zagueiro deles, a queima roupa, fiz uma defesa de reação rápida por estar muito perto do gol. E sobre a defesa de mão trocada, é sempre difícil porque sempre exige muita elasticidade. E trabalhamos tudo isso no dia a dia do clube”, comentou o jogador noroestino, que ainda falou sobre essa paralisação.

“Sabemos que é uma situação muito delicada de se falar nesse momento, mas não acho que o futebol deveria ficar parado. Estamos seguindo todos os protocolos à risca. Complicado essa paralisação porque quebra o ritmo, mas temos fé em Deus que tudo isso vai passar”, completou.