Kieza e mais três são flagrados em festas; Náutico fala e punição interna

O Timbu deixou claro que o clube vem seguindo os protocolos da CBF

por Agência Futebol Interior

Recife, PE, 08 (AFI) - O Náutico divulgou na manhã desta terça-feira uma nota oficial sobre o caso envolvendo quatro atletas de seu elenco. Os zagueiros Diego Silva e Camutanga, além dos atacantes Thiago e Kieza foram vistos e fotografados em festas com aglomeração de pessoas e sem proteção.

O caso não repercutiu bem dentro do clube, que rapidamente afastou todos os envolvidos para a realização de testes para detectar a presença da covid-19. O clube informou também que todos serão punidos, mas que tudo será tratado internamente. Tudo indica que serão multados.

Diego Silva, Camutanga e Thiago foram vistos em uma casa de show da capital pernambucana. Já Kieza estava em um evento privado, com menos pessoas envolvidas. Todos, no entanto, deverão ser punidos e desfalcarão o Náutico nas próximas rodadas.

O Estado de Pernambuco já confirmou 132.420 casos do novo coronavírus, com 7.721 mortes. O Brasil conta com mais de 4 milhões de infectados, sendo que 127.004 pessoas faleceram devido à doença.

Kieza furou a quarentena junto com outros jogadores do Náutico
Kieza furou a quarentena junto com outros jogadores do Náutico
Confira a nota oficial do Náutico:

O Clube Náutico Capibaribe, em respeito à torcida e ao público em geral, esclarece que já realizou uma reunião com os atletas, tratando do episódio que envolveu alguns deles, cujas imagens circularam nas redes sociais.

Existem aspectos disciplinares que regem o trabalho de uma instituição esportiva e, particularmente neste momento que o país atravessa, também questões de saúde pública. Prezamos sempre pelo profissionalismo, com total respeito aos funcionários do clube, mas também com a exigência de contrapartidas previamente pactuadas, que consideramos fundamentais.

Acima de tudo está o interesse coletivo, de um clube centenário e sua imensa e fiel torcida. O período de pandemia tem exigido muito de todos, nas vidas pessoal e profissional. E a atitude de cada um pode ter repercussão direta sobre si e o próximo. É necessário mais do que bom senso, é imprescindível a prudência, a precaução, a prevenção.

Assim, diante do que foi demonstrado nas imagens, e de acordo com as orientações do Departamento Médico do Náutico, estamos temporariamente promovendo o distanciamento destes atletas, com relação ao restante do elenco. Até que sejam realizados testes e se cumpra um período necessário à garantia de não ter havido infecção pelo novo coronavírus, o grupo cumprirá dias de atividades em horários diferenciados. Medidas administrativas, definidas pela direção e comissão técnica, permanecem no âmbito interno, sendo dialogadas diretamente com os profissionais.

A atual gestão do Clube Náutico Capibaribe sempre priorizará o bom ambiente, de respeito às individualidades, sem jamais admitir que atitudes pontuais conturbem ou prejudiquem os propósitos do coletivo, que não são de poucos, mas de uma instituição composta por milhares de pessoas. Considerando, ainda, que posturas indevidas, hoje, podem expor ao risco muito mais do que a própria integridade física.

Seguiremos obedecendo rigorosamente o protocolo da CBF, as orientações das autoridades e dos nossos profissionais de saúde. Mais do que um time de futebol, o Náutico é um patrimônio de Pernambuco, respeitado, reconhecido e que, no que depender de nós, será sempre honrado e se manterá uma referência de boas práticas.