Roberto Fernandes tira Náutico da fila e comemora "Significa muito para mim"

Náutico foi campeão do Estadual Pernambucano com oito vitórias, cinco empates e apenas uma derrota

por Agência Futebol Interior

Recife, PE, 09 (AFI) - Muitos treinadores passaram pelo Náutico desde 2004, mas nenhum conseguiu tirar o Timbu da fila do Estadual de Pernambuco. A missão coube a Roberto Fernandes (foto), torcedor declarado do Alvirrubro. O jovem comandante, pela quarta vez à frente do clube do Recife, garantiu o Náutico na liderança da Primeira Fase e sem temer os adversários do mata-mata. A vitória, por 2 a 1, sobre o Central na Arena Pernambuco, findou seca de 14 anos do Timbu sem levantar o troféu do Campeonato Pernambucano.

"Significa muito para mim. Até pelo que o Náutico representa, mas procurei ter uma conduta muito similar à que eu tive nos últimos títulos que venci. Óbvio que ser campeão no seu estado natal, na sua cidade e por um clube com que há uma identificação tem um sabor muito especial", disse o treinador em entrevista coletiva.

Roberto Fernandes, que em outros momentos ajudou o Náutico a se livrar do rebaixamento, sabe que entrou de vez na história do Alvirrubro. Ainda assim, ele evita comparações e sabe que todos têm seu espaço no coração do torcedor.

"Eu não me preocupo muito com comparação. Acho que pelo número de jogos que tenho pelo Náutico, pelas competições que dirigi e o tempo de comandante como já foi falado, de alguma forma, já me credencia a estar entre os destaques. O Náutico teve grandes treinadores e não tenho essa vaidade".

Título e maratona!
O Náutico foi campeão com oito vitórias, cinco empates e apenas uma derrota. Aproveitamento de 69%. Como mandante, o Timbu foi perfeito e garantiu 100% no Pernambucano.

"A minha vaidade é de quando terminar minha passagem, poder ter deixado um legado, de ter construído algo importante e contribuído para a evolução e história do clube", finalizou Roberto Fernandes.

Sem perder tempo, o Náutico se prepara para uma nova maratona de jogos. O primeiro será já nesta quarta-feira, às 21h45, contra a Ponte Preta no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, pela quarta fase da Copa do Brasil. Quatro dias depois haverá o clássico contra o Santa Cruz pela estreia na Série C do Brasileirão. A volta na Copa do Brasil ocorrerá em 18 de abril e a 2ª rodada da Série C está marcada para três dias depois.