Série B: Esposas de jogadores invadem rede social do Náutico para reclamar de atrasos

Elenco está sem receber salários desde março, e direitos de imagens também estão atrasados

por Agência Futebol Interior

Recife, PE, 19 (AFI) – A crise financeira do Náutico parece não ter fim, e isso está irritando os jogadores e seus familiares. Na noite da última quinta-feira, esposas de alguns atletas invadiram o Instagram do Timbu para reclamarem dos salários atrasados, fato que ocorre desde março. Um grupo de sete delas, mais familiares, cobrou o clube publicamente.

Esposas reclama de salários atrasados no Náutico (Foto: Reprodução)
Esposas reclama de salários atrasados no Náutico (Foto: Reprodução)
A reclamação veio em uma postagem sobre a liberação de R$ 1,5 milhão para ser utilizado em várias frentes, principalmente na melhoria dos Aflitos. Sempre utilizando a frase “e os salários dos jogadores e funcionários? #TáDemais”, as esposas expuseram a insatisfação com a situação vivida pelos jogadores.

Enquanto algumas pessoas apoiaram a cobrança, outras não gostaram do fato delas terem tornado isso público. O problema é que o Náutico não deve utilizar esse dinheiro para quitar os atrasos com os jogadores. Esse valor, além de ser usado nos Aflitos, também servirá para solucionar um problema com a Arena Pernambuco, quitar a folha do administrativo e do Profut.

O Náutico deve utilizar outra fonte de renda para pagar os jogadores, e a diretoria espera que isso aconteça o quanto antes. Em quase seis meses, o clube já perdeu vários atletas, incluindo o meia Marco Antônio, e pode ter mais dispensas nos próximos dias.

Em meio a crise, o Náutico volta a campo neste sábado às 16h30 para enfrentar o Figueirense, fora de casa, pela 2ª rodada da Série B. Na estreia, o Timbu empatou sem gols contra o América-MG, na Arena Pernambuco.