Série B: Volante do Náutico pede fim dos tropeços contra adversário "morto"

William magrão pediu foco total contra o Bahia, que já não tem mais chance de conquistar o acesso.

por Agência Futebol Interior

Recife, PE, 19 (AFI) - Na sexta colocação com 57 pontos, o Náutico é um dos clubes que ainda se mantém vivo na briga por uma vaga no G4 da Série B. Restando duas rodadas para o término do campeonato, a equipe pernambucana está quatro pontos atrás do Santa Cruz, time que ocupa a quarta posição.

Neste sábado, às 17h30 na Arena Pernambuco, o Timbu encara o Bahia, e só a vitória interessa. Apesar de enfrentar um adversário que já não tem mais chances de subir, o volante Willian Magrão prega seriedade e humildade.

“O Bahia tem uma equipe forte, tanto é que até pouco tempo estava brigando firme pelo acesso. Independente da situação deles, temos que jogar o nosso futebol e conquistar essa vitória de qualquer maneira. Precisamos dos três pontos para continuar na briga pelo G4”, declarou o jogador, que das 12 partidas disputadas nesta Série B em casa pelo Náutico, venceu nove, empatou duas e perdeu apenas uma.

Para continuar vivo em busca do acesso, o volante sabe que precisa também do tropeço dos adversários, mas prefere focar todas as energias no confronto com o Bahia.

“Sabemos que alguns resultados podem nos ajudar nessas rodadas finais, mas primeiro temos que cumprir o nosso dever e vencer o jogo, caso contrário não servirá de nada os outros jogos nos favorecerem”, concluiu.