Que feio! Ataque do Náutico não sabe o que é marcar gol há um mês

á são cinco jogos sem os jogadores do sistema ofensivo marcar gols

por Agência Futebol Interior

Recife, PE, 23 (AFI) – O Náutico vem caindo de produção no Campeonato Brasileiro da Série B e já perdeu uma vaga entre os quatro primeiros. Tudo isso está ligado a seca de gols dos atacantes, que não sabem o que é balançar as redes adversárias há um mês.

Já são cinco jogos sem os jogadores do sistema ofensivo marcar gols e a última vez que isso aconteceu foi no dia 24 de julho, quando o Timbu venceu o Bahia por 3 a 2, com gols de Geilson e Cristiano. De lá para cá, os volantes Elton e Rodrigo Pontes, além do meia Francismar, foram os responsáveis por balançarem as redes.

“A gente tem que tentar caprichar um pouquinho mais, ter essa competência. Nós chegamos três vezes na cara do goleiro e tínhamos que fazer o gol. Se faz, o jogo se desenha de outra maneira”, afirmou o técnico Alexandre Gallo.

Para essa partida, o comandante vai contar com as voltas de importantes jogadores. O lateral-direito Cesar Prates e o volante Ramirez cumpriram suspensão automática e voltar a ser relacionados, assim como o zagueiro Wescley, que havia sido poupado.

O Náutico deverá entrar em campo com a seguinte formação: Gledson; Cesar Prates, Walter, Wescley e Zé Carlos; Ramirez, Elton (Rodrigo Pontes) e Tiago Lima (Francisamar); Cristiano, Bruno Veiga e Geilson.