Mesmo com a perda de destaques para grandes clubes, Nacional se classifica no sub17

Time da capital negociou atletas titular com Atlético-MG e Vasco da Gama antes de carimbar passaporte à segunda fase

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 08 (AFI) - O Nacional conseguiu avançar à próxima fase do Campeonato Paulista Sub 17 após empatar com o São Paulo, no último sábado, no CT Laudo Natel, por 0 a 0.

Com a igualdade, o Naça terminou a a primeira fase do Grupo 09 na quarta posição com 20 pontos, superado por São Paulo (21), Desportivo Brasil (22) e Ituano (29).

Vale destacar que, segundo regulamento da Federação Paulista de Futebol (FPF), os dois melhores quartos colocados carimbam passaporte à etapa seguinte - neste quesito, além do time paulistano, o Guarani, com 22 pontos, foi beneficiado.

Na próxima etapa, o Nacional vai medir forças com Mirassol, Ituano e Rio Claro, em jogos de ida e volta, dentro do Grupo 17.

SUPERAÇÃO

Embora tenha perdido quatros atletas titulares ao longo do Campeonato Paulista Sub 17, o Nacional se mantém forte para a próxima fase.

Diante do São Paulo, mesmo fora de casa, o time segurou o adversário, que não conseguiu furar a melhor defesa da chave, com apenas nove gols sofridos.

"Mesmo com a perda de algumas peças fundamentais, a equipe tem uma boa base para continuar o grande trabalho realizado pelos garotos e comissão técnica. Acredito em outra boa campanha a partir desta nova etapa, apesar de enfrentarmos grandes clubes, os quais fazem grandes investimentos na base", comentou o diretor de futebol Josivan.

João Marcelo é um dos destaques do Nacional negociados durante o Paulista Sub 17
João Marcelo é um dos destaques do Nacional negociados durante o Paulista Sub 17

MENINOS DE OURO

O Nacional já havia emprestado três atletas para o Vasco da Gama, os quais assinaram contrato válido por três anos: o lateral direito Breno, o meia Guilherme, ambos de 17 anos, e o atacante Vitão, de 16.

Pouco depois da saída do trio, foi a vez de João Marcelo se despedir. O volante, por sua vez, acabou emprestado ao Atlético Mineiro, com contrato de dois anos.

O interesse de grandes clubes, todavia, não deve parar por aí. O atacante Matheusinho e o zagueiro Léo são observados por olheiros de clubes tradicionais do futebol nacional e, em breve, podem deixar o time paulistano.