Paulista A2: De volta, goleiro quer título para marcar nome na história do Nacional

André Dias sonha em conduzir o time da capital à elite do futebol paulista após 60 anos para colocar o seu nome na história do clube

por Federação Paulista (FPF)

São Paulo, SP, 07 (AFI) - O Nacional confirmou a contratação de um velho conhecido da torcida para a disputa do Paulistão A2: o goleiro André Dias. O jogador sonha em conduzir o time da capital à elite do futebol paulista após 60 anos para colocar o seu nome na história do clube.

André Dias iniciou a sua carreira pelo Corinthians e já vestiu a camisa de Noroeste, Flamengo, Juventus, Oeste e do próprio Nacional, quando foi emprestado pelo Corinthians em 2010. Em entrevista para o próprio clube, o goleiro falou sobre a sua chegada e os planos para 2019.

PROJETO
“Acho que o projeto foi feito para pensar em acesso e também no título. Pelo ano, pelo projeto grandioso, acho que não tem outro pensamento. A gente sabe que a competição é muito difícil e que não vai ser fácil, mas estamos confiantes”.

 De volta, goleiro quer título para marcar nome na história do Nacional
De volta, goleiro quer título para marcar nome na história do Nacional
ELENCO
“O elenco tem muita qualidade, são jogadores que já jogaram tanto em divisões superiores quanto na divisão atual e a experiência conta muito no Paulistão A2. Tem muitos jogadores que já conhecia e conseguimos nos adaptar bem e estamos treinando bem forte para que a gente tenha sucesso na competição”.

HISTÓRIA NO CLUBE
“A minha história construída no Juventus foi através de muito trabalho, não cheguei lá com todo mundo me amando. Tive que construir uma história, ganhar o respeito de todo mundo. E aqui pretendo fazer a mesma coisa, através de muito trabalho e vitórias. Acho que dentro de um clube você só se torna referência através de vitórias e acessos. Então é fazer o melhor trabalho possível e encontrar meu espaço na história deste grande time”.

CARACTERÍSTICAS
“Sou um goleiro de bastante velocidade. Tenho a característica de jogar um pouco com o pé, que acho que no futebol moderno qualquer goleiro tem que ter essa característica. Procuro ajudar meus companheiros dentro do sistema tático também, além do que já é padrão do goleiro de defender o gol. Vou procurar ao máximo não tomar gols”.

A estreia do Nacional no Paulistão A2 está prevista para o dia 20 de janeiro, diante da Portuguesa Santista, fora de casa.

 
 
" />