Clube paraibano demite treinador e elenco por conta do coronavírus

Sérgio China foi dispensado, assim como todos atletas do plantel

por Agência Futebol Interior

João Pessoa, PB, 22 (AFI) - O Nacional de Patos foi outro a tomar medidas severas por conta do coronavírus. Sem renda, a diretoria enxergou que a única escolha seria demitir seus atletas, funcionários e comissão técnica, e, assim o fez.

O time paraibano tinha 26 jogadores no elenco, todos dispensados. O treinador era Sérgio China, que buscará um novo clube. O comandante chegou para suprir a saída de Rafael Soriano.

"Os jogadores foram dispensados porque não tem campeonato e não tem como o clube manter esses atletas aqui por esse prazo indeterminado. E ninguém sabe quando é que volta esse campeonato. Quando voltar, a gente vai ver, vai avaliar", explicou Maikon Minervino, assessor jurídico do Nacional de Patos, ao GloboEsporte.

Sérgio China não é mais técnico do Nacional. Foto: José Filho
Sérgio China não é mais técnico do Nacional. Foto: José Filho

SITUAÇÃO!
O Nacional de Patos é o terceiro é o terceiro colocado do Grupo B, com oito pontos, cinco do líder Campinense.