Com salários atrasados, atletas de clube maranhense cancelam treino

Técnico do Moto Club, Marcinho revela que tem conversado diariamente com seus atletas, na tentativa de motivar o grupo

por Agência Futebol Interior

São Luís, MA, 14 (AFI) - Indignados com os atrasos no pagamento dos salários, os jogadores do Moto Club optaram por cancelar o treino do time no último sábado (10). Já nesta quarta, o elenco antecipou o treino que seria, inicialmente, realizado a tarde, para o período da manhã. Treinador do Papão do Norte, Marcinho declarou recentemente que a situação é grave, uma vez que ninguém da diretoria tem aparecido para conversar. Segundo o técnico, os telefones dos dirigentes vivem desligados.

Técnico Marcinho não recebe há sete meses (Foto: Weliandrei Campelo / Moto Club)
Técnico Marcinho não recebe há sete meses (Foto: Weliandrei Campelo / Moto Club)
A tendência é de que alguns jogadores deixem o clube, a exemplo do atacante Jefferson Araújo e do meia André Mensalão. Ambos solicitaram suas, respectivas, rescisões contratuais, pois afirmaram que haviam recebido propostas melhores.

Marcinho declarou ainda que os cartolas fizeram inúmeras promessas, porém, não vem cumprindo as mesmas, o que tem complicado bastante o seu trabalho. O comandante revela que tem sido difícil motivar os atletas, por mais que ele converse constantemente com os jogadores. Ele informou também que os atletas não recebem há dois meses e que seu caso é ainda pior, porque já acumula sete meses sem salário.

EM CAMPO
Com três partidas já disputadas no Campeonato Maranhense, o Moto Clube ocupa a 2ª colocação com 5 pontos, dois a menos que o líder Sampaio Corrêa. O time volta a campo no próximo domingo (18), quando visita o Cordino no Estádio Leandrão, às 16h45 (horário de Brasília), em duelo válido pela 4ª rodada da primeira fase.