Série D: Com três remanescentes da A3, Mogi Mirim segue preparação para estreia

O goleiro Hotton, o zagueiro Eder e o volante Diogo foram os únicos que sobreviveram à reformulação do elenco rebaixado no estadual

por Marcelo Gotti

Mogi Mirim, SP, 12 (AFI) - Dez dias separam o Mogi Mirim de sua estreia no Campeonato Brasileiro da Série D de 2018. No próximo dia 22 de abril no Estádio “Newton Agibert”, em Prudentopolis-PR, às 15h, o Sapão da Mogiana entra em campo para enfrentar os donos da casa em sua primeira participação na Quarta Divisão do nacional.

Desde a última terça-feira (10), o elenco do Sapo realiza treinamentos diários no Estádio “Vail Chaves” visando preparação para a competição. Em períodos alternados, a comissão técnica mogimiriana trabalha a parte física, além de alinhar os procedimentos técnicos e táticos da equipe.

Nesta temporada da Série D, o Sapão da Mogiana contará com uma novidade: serão dois técnicos. Angelo Foroni e Carlos Júnior serão os responsáveis em comandar o Mogi Mirim no nacional.

Mogi Mirim foca preparação visando estreia (Foto: Marcelo Gotti/MMEC)
Mogi Mirim foca preparação visando estreia (Foto: Marcelo Gotti/MMEC)
“Será um trabalho em conjunto e alinhado. Quem ganha com isso são clube e elenco, que terão a atenção de dois profissionais, além de todo o respaldo da comissão técnica. Pretendemos fazer um bom papel na Série D”, comenta Angelo Foroni.

Atualmente o plantel mogimiriano conta com mais de 30 atletas, mas muito deles ainda estão em fase de avaliações. Dos atletas remanescentes da Série A-3 do Paulista, estão: o goleiro Hotton, o zagueiro Eder e o volante Diogo.

Alguns reforços pontuais chegaram ao Sapo para a Série D. Entre eles, o zagueiro Guilherme, ex-São Bento; o volante Tiago Bagagem, ex-América-PE e o atacante Wagner, ex-Náutico.

Na próxima semana, os gestores do Sapo, Márcio Granada e Alessandro Botijão, deverão oficializar mais nomes que irão compor o elenco mogimiriano para a disputa da Série D do Brasileiro.