Paulista A3: 'A camisa do Mogi Mirim é muito grande', diz José Carlos Serrão

Treinador foi contratado para o lugar de Álvaro Gaia; Sapão não sabe o que é vencer em 2018

por Marcelo Gotti - Mogi Mirim

Mogi Mirim, SP, 09 (AFI) - Último colocado na tabela de classificação da Série A3 do Campeonato Paulista com apenas um ponto somado, o Mogi Mirim não sabe ainda o que é vencer nesta temporada. Neste sábado (10) no Estádio “Coronel Francisco Vieira”, em Itapira, às 10h, o Sapão da Mogiana enfrenta o time do São Carlos pela oitava rodada da primeira fase e precisa vencer o adversário a qualquer custo para iniciar uma reação na competição.

Em sete rodadas disputadas até agora, o time mogimiriano perdeu seis e empatou apenas uma. Mesmo com pouco rendimento nas conquista dos pontos disputados, o atacante Robinho, com cinco gols anotados, é um dos artilheiros da Série A-3 do Paulista.

José Carlos Serrão é muito identificado com o Mogi Mirim
José Carlos Serrão é muito identificado com o Mogi Mirim
No início da temporada, o Mogi Mirim era comandado pelo técnico Álvaro Gaia, que acabou deixando o comando do time mogimiriano após a derrota diante do Rio Preto pelo placar de 2 a 1, fora de casa.

Para o lugar de Gaia, a diretoria do Sapão da Mogiana trouxe o velho conhecido da torcida mogimiriana: José Carlos Serrão. O treinador já teve cinco passagens pelo Sapo e com várias conquistas. PARA MAIS INFORMAÇÕES DE JOSÉ CARLOS SERRÃO CLIQUE AQUI!

Sem muito tempo de treinamento, Serrão estreou diante do Taboão da Serra, na última quarta-feira (7), mas acabou sofrendo seu primeiro revés à frente do time mogimiriano.

AQUI É TRADIÇÃO!
Mesmo ciente das dificuldades que terá de enfrentar nesta Série A3 do Paulista, o treinador tem discurso otimista.

“A camisa do Mogi Mirim é muito grande. O clube não poder estar onde está. Vamos reagir. Isso o torcedor mogimiriano pode esperar”, destaca José Carlos Serrão.

Para a partida diante do São Carlos neste sábado, em Itapira, Serrão pretende realizar algumas alterações na equipe do Sapo para conquistar a primeira vitória.

“Precisamos vencer a qualquer custo. Não podemos desperdiçar mais ponto algum. O São Carlos será nossa primeira vítima”, enfatiza o treinador mogimiriano.

FILOSOFIA...
Com mais tempo de trabalho no comando técnico do Mogi Mirim, Serrão poderá implantar sua filosofia de trabalho com o plantel.

”Agora já tive um maior contato com os atletas e dará para implantar meu estilo de trabalho no Mogi Mirim”, encerra Serrão.

Para a partida diante do São Carlos, Serrão pretende contar com o volante Magal, recém-contratado pelo Sapo. O atleta tem condições físicas para a partida, mas depende da regularização de documentação junto a Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Mesmo após a derrota diante do Taboão da Serra, o treinador do Sapo não pretende promover alterações no time titular do Mogi Mirim. Mas Serrão prefere anunciar os 11 titulares apenas horas antes do confronto diante do São Carlos.