BOMBA: Presidente do Mogi Mirim demite treinador para conter gastos

O treinador vem fazendo a segunda melhor campanha da Série C com o Sapo

por Marcelo Gotti

Mogi Mirim, SP, 01(AFI) - Mogi Mirim, SP, 01(AFI) Em mais uma atitude inesperada e polêmica, o presidente do Mogi Mirim, Rivaldo Ferreira, na tarde deste domingo, 1º de junho, demitiu o técnico do Sapo, Márcio Goiano.

O gestor do Sapão da Mogiana declarou que sua atitude foi direcionada no objetivo de conter gastos no clube. Além de Mário Goiano, outros profissionais da comissão técnica também foram liberados: o auxiliar técnico Edson Miolo, o preparador físico Marquinhos e o preparador de goleiros Nilton.

No Paulistão, Márcio Goiano livrou o Mogi do rebaixamento após a vitória diante da Ponte Preta, de Campinas, pelo placar de 4 a 0, no Estádio “Moises Lucarelli”, na última rodada da primeira fase da elite do estadual.

No Brasileiro da Série C, o treinador mogimiriano é responsável pela segunda melhor campanha da competição. Com 13 pontos, o Sapo acumula três vitórias, um empate e apenas uma derrota, sendo líder isolado do Grupo B.

O presidente do Sapão da Mogiana declarou alguns dias atrás para a imprensa que deixaria o clube se não conseguisse apoio de outros parceiros para bancar as despesas do Mogi.

Com a demissão da comissão técnica do Mogi, neste domingo, o mandatário dá sinais que realmente tem a intenção de encerrar as atividades do clube. Um grupo de investidores sinalizou a intenção de ajudar Rivaldo Ferreira no Sapo, mas a nova parceria ainda não foi oficialmente divulgada.

 
 
" />