Mogi Mirim 1 x 1 Crac-GO - Golaço impede quebra de jejum!

O time goiano saiu na frente na briga pela vaga na semifinal

por Agência Futebol Interior

Mogi Mirim, SP, 30 (AFI) - O Mogi Mirim aumentou o jejum jogando dentro de casa. Na noite deste domingo, no jogo de ida das semifinais da Série D do Campeonato Brasileiro, o Sapão empatou com o Crac, por 1 a 1, no Estádio Romildo Vitor Ferreira, em Mogi Mirim. O gol que impediu a vitória dos donos da casa aconteceu em grande estilo, na bicicleta de Nino Guerreiro. Franciel foi quem abriu o placar.

Time mogimiriano não sabe o que é vitória diante do seu torcedor há mais de 60 dias. O último resultado positivo aconteceu diante do Concórdia por 3 a 1 no último dia 29 de julho. Caso avance à final, o Sapão terá mais uma chance de quebrar este jejum

Os times voltam a se enfrentar na próxima sexta-feira, às 20h30, no Estádio Genervino Fonseca, em Catalão. O CRAC tem a vantagem do empate sem gols, pois marcou um gol fora de casa, qualquer outro empate com gols dá a classificação ao Mogi Mirim. Um novo empate por 1 a 1 leva o jogo aos pênaltis. Quem vencer garante a vaga.

O jogo
Tentando acabar com o indomodo jejum de um mês sem vitórias dentro de casa, o Mogi Mirim tomou iniciativa e foi para cima nos minutos iniciais em busca do gol. Apesar do domínio territorial os donos da casa tinham dificuldades em finalizar contra o gol de Donizete.

A principal chance de gol dos donos da casa foi impedida pela arbitragem. Após cobrança de falta lateral de Piauí, o zagueiro Chris apareceu livre para completar para o gol, mas o auxiliar assinalou impedimento e anulou o gol.

Com o passar do tempo, o time goiano encaixou a marcação e equilibrou a partida, conseguindo até a levar perigo ao goleiro Donizete. Mas quando atravessava o melhor momento da partida, acabou sofrendo o gol. Aos 41 minutos, após cobrança de escanteio, Franciel subiu mais do que a defesa adversário e testou firme para o fundo das redes.

Segundo tempo
Na volta dos vestiários, o treinador Zé Roberto mudou a cara da partida ao promover a entrada do meio-campista Jeferson. O volante deu mais mobilidade ao visitantes, que passaram a dominar a partida e complicar para a defesa do Mogi Mirim.

O meia Mário César criou boa chance em chute de fora da área, que passou raspando a trave do goleiro Alex Alves. O Mogi encontrou espaço nos contra-ataques para chegar. Depois de jogada bem trabalha, Roni recebeu livre de marcação dentro da área, mas acabou finalizando por cima.

Já no final da partida, um lance de pura plástico premiou o Crac pelo bom futebol apresentado no segundo tempo. Rafael Saião cruzou da intermediária à meia altura e o artilheiro Nino Guerreiro, da meia-lua, conseguiu executar uma bicicleta perfeita, deixando sua marca em um golaço.

Ficha Técnica

Fase
Semifinais
Rodada
1ª rodada
Data
30/09/2012
Horário
17h00
Local
Estádio Romildo Vitor Ferreira, em - Mogi Mirim (SP)
Árbitro
José de Calfas Souza-DF

Renda
R$ 15.304,00
Assistentes
Márcia Lopes Caetano-RO e Marco Santos Pessanha-RJ

Público
1.976 pagantes
Mogi Mirim-SP
Alex Alves;
Moreilândia, Luis Gustavo (Suélinton), Chris e Piauí;
Val, Juninho, Gil (Jefferson Recife) e Roni;
Itallo (Dudu) e Franciel
Técnico: Luis Simplício
Crac-GO
Donizete;
Guerra, Emerson, Fábio Paulista e Amarildo;
Pedrinho (Jeferson), Mário César, Zé Neto e Juninho (Rafael Saião);
Reinaldo Silva (Toninho) e Nino Guerreiro
Técnico: Zé Roberto