Com classificação encaminhada, técnico pede pés no chão no Mirassol

O Leão Araraquarense está na liderança isolada do Grupo D, com 14 pontos

por Agência Futebol Interior

Mirassol, SP, 28 (AFI) - A vitória sobre o Palmeiras, por 2 a 1, em pleno Allianz Parque, deixou o Mirassol com um pé nas quartas de final. Mas o técnico Eduardo Baptista não quer saber de ninguém comemorar antes da hora.

"São passos que temos dado em busca do primeiro objetivo traçado, que é conseguir a classificação e jogando um futebol agressivo, tentando chegar ao gol a todo momento. Mas é um objetivo por vez e ainda perseguimos a meta inicial, que é a classificação", disse o treinador.

Neto Moura desfalca o Mirassol em Campinas (Foto: Cesar Greco/Agência Palmeiras)
Neto Moura desfalca o Mirassol em Campinas (Foto: Cesar Greco/Agência Palmeiras)
Apesar de ser o único com oito jogos no Grupo D - os outros três tem nove -, o Mirassol é o líder isolado, com 14 pontos, seguido por Guarani, com 11, Santos, com nove, e São Caetano, com três.

MAIS UMA PARTIDA
Nesta quinta-feira, pela nona rodada do Paulistão, o Mirassol vai até Campinas encarar a Ponte Preta, no Estádio Moisés Lucarelli.

Em relação ao time que venceu no Allianz Parque, Eduardo Baptista deve realizar apenas uma mudança. O volante Neto Moura cumpre suspensão por ter sido expulso. Seu substituto está entre Sousa, Daniel e Eduardo.

A provável escalação é: Alex Muralha; Daniel Borges, Danilo Boza, Reniê e Moraes; Luís Oyama, Sousa (Eduardo) e Cássio Gabriel; Fabrício, Pedro Lucas e Diego Gonçalves.