Tradicional clube mineiro é rebaixado para o Módulo II por escalação irregular

O Villa Nova foi punido com a perda de 16 pontos e caiu no lugar do Guarani de Divinópolis

por Agência Futebol Interior

Nova Lima, MG, 09 (AFI) - Uma reviravolta aconteceu no Campeonato Mineiro em relação ao rebaixamento. Na noite desta terça-feira, o Villa Nova foi punido pelo Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-MG) e vai disputar o Módulo II em 2020 no lugar do Guarani de Divinópolis.

Foi o próprio Guarani que notificou a procuradoria do TJD-MG sobre a escalação irregular do atacante Pinguim em jogos válidos pelo Campeonato Mineiro. No julgamento desta terça, quatro auditores votaram pela punição ao Leão do Bonfim, enquanto apenas um foi contra.

Villa Nova foi punido com a perda de 16 pontos e vai disputar o Módulo II do Mineiro no lugar do Guarani de Divinópolis (Foto: Divulgação/Villa Nova)
Villa Nova foi punido com a perda de 16 pontos e vai disputar o Módulo II do Mineiro no lugar do Guarani de Divinópolis (Foto: Divulgação/Villa Nova)

FICOU NA LANTERNA
Punido com a perda de 16 pontos e ainda multado em R$ 8 mil, o Villa Nova foi para -5 pontos e terminou na lanterna.

O Tupi, com quatro, segue rebaixado, enquanto o Guarani de Divinópolis garantiu a permanência na elite com dez pontos.

Como o julgamento desta terça-feira foi em primeira instância, o Villa Nova ainda pode recorrer da decisão no Pleno do TJD-MG. E é justamente isso que o clube de Nova Lima vai fazer.

O QUE ACONTECEU!
Pinguim foi expulso na reta final do Campeonato Mineiro Sub-20 do ano passado durante um confronto contra o América-TO e acabou pegando quatro jogos de suspensão. O atacante, porém, cumpriu apenas um.

Assim, o TJD-MG entendeu que Pinguim precisaria ter cumprido as outras partidas no profissional neste início de Campeonato Mineiro. O que não aconteceu, já que o atacante disputou cinco jogos no estadual.