MINEIRO: Invicto no ano, Cruzeiro tenta confirmar favoritismo contra Atlético

O Galo tenta se recuperar da derrota por 4 a 1 contra o Cerro para buscar o título estadual

por Agência Futebol Interior

Belo Horizonte, MG, 13 (AFI) – Único invicto entre os clubes da Série A do Brasileiro e em alta da temporada, o Cruzeiro tem a sua primeira decisão pela frente: o título MIneiro. O adversário é o arquirrival Atlético, em partida marcada para este domingo, às 16h, no Estádio do Mineirão. O Galo vem passando por uma crise e usa a equipe celeste um trampolim para deixar essa tensão para trás.

COBERTURA COMPLETA

O Portal FUTEBOL INTERIOR acompanha todos os Campeonatos Estaduais do Brasil online pelo PLACAR AO VIVO e também depois com comentários e destaques da rodada.

Baixe também o Aplicativo - App Placar FI - tanto pelo Google Play como APP Store.

VEJA TODOS OS DETALHES DOS ESTADUAIS!

AS CAMPANHAS

O Atlético fez a melhor campanha do primeiro turno e, por isso, tem o direito de jogar por dois resultados iguais, vantagem que não incomoda o Cruzeiro, que tem atropelado seus rivais, seja no estadual, ou mesmo na Copa Libertadores da América.

No primeiro turno, os times empataram por 1 a 1, mas o favoritismo é do Cruzeiro, que praticamente já selou sua classificação na Libertadores, enquanto o Atlético vem sendo considerado virtualmente eliminado. O Galo, inclusive, acabou de demitir o técnico Levir Culpi.

AS SEMIFINAIS
Para chegar à final, o Atlético passou pelo Tupynambás nas quartas, enquanto o Cruzeiro fez 5 a 0 no Patrocinense. Na semifinal, o time celeste fez 3 a 2 no América, fora de casa, e 3 a 0, no Mineirão. O Galo empatou sem gols com Boa Esporte, em Varginha, e fez 5 a 0, como mandante.

Em 2014, na única decisão nacional protagonizada por Atlético e Cruzeiro, o Galo conquistou a Copa do Brasil com duas vitórias na final: 2 x 0 na Arena Independência (Luan, Dátolo) e 1 x 0 no Mineirão (Diego Tardelli).

OLHO NO GALO!
A principal novidade no Atlético é no comando técnico. Com a demissão de Levir Culpi, Rodrigo Santana comandará o time interinamente no banco de reservas. Ele não deve alterar muito o esquema do Galo. Dois nomes aparecem como prováveis surpresas: Chará e Alerrandro, artilheiro do time no torneio.

Cruzeiro e Atlético fazem a final do Mineiro
Cruzeiro e Atlético fazem a final do Mineiro

"Procuro trabalhar muito em cima do adversário. Minha forma é mais tranquila, de passar o máximo de informação para o elenco, para que eles tenham uma noção maior dentro de campo. Deixá-los bem à vontade dentro do jogo, sabendo os perigos que o adversário pode causar e os momentos que a gente pode, também, usufruir das lacunas que eles venham a deixar", comentou o treinador.

VEM A RAPOSA!
Com a classificação confirmada na Libertadores, o Cruzeiro deve colocar força máxima no clássico. Nomes como Rodriguinho e Fred devem jogar. Thiago Neves deve ficar como opção no banco de reservas, assim como o recém-contratado Pedro Rocha, ex-Grêmio.

"O pensamento é confirmar o bom momento, porque é essa realidade. Nós não ganhamos nada mesmo. Você precisa, no momento decisivo, confirmar isso, o seu valor.

Temos um bom início de temporada, uma série de invencibilidade, mas você precisa, no momento decisivo, confirmar isso. Só assim tudo isso tem seu valor. Se formos campeões, a campanha será diferenciada.

Aí sim vamos olhar para ela e ver a importância dela. Ela só nos serviu para trazer até aqui", ressaltou o comandante.