#FutebolParaTodxs: FPF adere ao movimento que celebra o orgulho LGBT+

"O futebol paulista é escrito por pessoas de todos os gêneros e orientações sexuais", diz Reinaldo Carneiro Bastos

por Federação Paulista (FPF)

São Paulo, SP, 26 - A Federação Paulista de Futebol (FPF) pela primeira vez aderiu ao movimento que celebra o Dia Internacional do Orgulho LGBT+, comemorado em 28 de junho.

Foto: Divulgação - Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Desde quinta-feira, o escudo do Paulistão Sicredi 2020 presente nas redes sociais ganhou as cores da bandeira LGBT+, em campanha especial do Mês do Orgulho, em um grito contra a homofobia.

“A FPF acredita que não pode haver espaço para homofobia, intolerância, ódio e qualquer tipo de preconceito no esporte.

O futebol paulista é escrito por pessoas de todos os gêneros e orientações sexuais, e todos e todas merecem respeito e igualdade", diz Reinaldo Carneiro Bastos, presidente da FPF.

A data é mundialmente celebrada por causa de episódio ocorrido em Nova York em 1969. Pessoas que frequentavam o bar Stonewall Inn reagiram a uma série de batidas policiais que eram realizadas com frequência. O levante durou duas noites e resultou na criação da primeira parada de orgulho LGBT, em 1970, para relembrar o episódio.

Reinaldo Carneiro Bastos
Reinaldo Carneiro Bastos