Vai viajar para ver o seu time fora do país? Confira dicas para não passar aperto

Se você vai viajar sozinho apenas para assistir a um ou mais jogos do seu time no exterior, procure levar apenas o básico

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 15 (AFI) - Acompanhar o time do coração em uma partida fora do país é um sonho de muitos torcedores apaixonados por futebol em todo o Brasil. Pode ser no Mundial de Clubes, na Libertadores da América ou mesmo nos amistosos de início de temporada, viajar para fora do país para ver o seu time é uma oportunidade muitas vezes única, e por isso você precisa preparar tudo para que a sua viagem seja inesquecível.

Confira algumas dicas para se preparar e aproveitar cada momento da sua viagem sem dores de cabeça.

O que levar?
Se você vai viajar sozinho apenas para assistir a um ou mais jogos do seu time no exterior, procure levar apenas o básico necessário para os dias em que estará em viagem. O ideal é levar uma mala com roupas e outros pertences necessários, e uma mochila ou mala de mão com objetos de valor, como eletrônicos, dinheiro e documentos.

Faça o possível para incluir na sua mala de mão algumas roupas, pois mesmo que você tenha contratado um seguro de viagem da Assistente de Viagem, pode acontecer de sua bagagem extraviar e você não pode ficar sem roupas até encontrar sua bagagem.

Vai viajar para ver o seu time fora do país? Confira dicas para não passar aperto
Vai viajar para ver o seu time fora do país? Confira dicas para não passar aperto
Passaporte
A primeira coisa que você precisa providenciar quando decide acompanhar uma partida do seu time em outro país é o seu passaporte. Se essa for a sua primeira viagem internacional fique tranquilo, pois o procedimento para obter o seu passaporte é bem simples.

Basta acessar o site da Receita Federal, conferir a lista de documentos necessários, e agendar o atendimento no posto de atendimento mais próximo. Normalmente o atendimento não demora muito, e depois de entregues os documentos é só comparecer ao local na data informada pelo atendente e retirar o seu passaporte. Caso você já tenha viajado para fora do país outras vezes, basta verificar a validade do seu passaporte.

Visto
Depois de receber seu passaporte, você vai precisar tirar o visto de entrada no país onde seu time vai jogar. Se você for acompanhar uma partida da Taça Libertadores o visto não é obrigatório, devido a um acordo entre os países do continente que fazem parte do Mercosul. Nesses países nem mesmo o passaporte é obrigatório, bastando apresentar a carteira de identidade para ter a entrada no país liberada.

Em países da União Europeia é possível ter a entrada liberada sem necessidade de visto no caso de viagens com duração de até 90 dias no máximo. O país com o processo de liberação de vistos mais complicado são os Estados Unidos, então caso o seu time vá jogar por lá é bom se preparar com antecedência, pois caso o seu pedido seja negado você não terá tempo hábil para fazer uma nova solicitação.

Ingressos
Muita gente acaba vacilando nesse ponto, e isso pode comprometer o objetivo da viagem. Deixar para comprar os ingressos para a partida no local do jogo pode ser um verdadeiro tiro no pé. Em jogos muito disputados pelos torcedores, como a final da Champions League por exemplo, você pode não conseguir ingressos e terá de assistir a partida do lado de fora. Hoje em dia você consegue facilmente comprar ingressos para todos os tipos de eventos pela internet, então não existe motivo para correr esse risco.

Hospedagem e transporte
Seguindo o mesmo raciocínio dos ingressos, procurar uma hospedagem somente depois de chegar a cidade do jogo pode virar uma grande dor de cabeça. Primeiro porque dependendo da cidade onde acontecerá a partida os hotéis podem não ter mais quartos disponíveis.

E segundo pelo fato de os preços para uma reserva de última hora na grande maioria das vezes serão mais caros do que quando a reserva é feita com antecedência. Quanto ao transporte, procure se informar sobre as possibilidades de uso do transporte público para chegar até o estádio.

Grandes concentrações de torcedores e filas enormes de carros não são privilégio dos brasileiros apenas. Agora, depois dessas dicas é hora de pegar as malas e embarcar na aventura de acompanhar o seu time fora do país, e na volta contar para todos como foi a sua experiência.