Paulista A3: Treinador do Marília define time para encarar o Mirassol em jogo-treino

Para a partida, o treinador Guilherme Alves deve mandar à campo pelo menos sete jogadores remanescentes da última temporada

por Agência Futebol Interior

Marília, SP, 17 (AFI) - Se preparando para a estreia na Série A3 do Campeonato Paulista, o Marília fará um jogo-treino diante do Mirassol, campeão da Série D do Brasileiro e que disputará a elite do futebol paulista. A partida está marcada para esta quarta-feira (17), às 16h, no CT do Mirassol.

ESCALAÇÃO PROVÁVEL

Para a partida, o treinador Guilherme Alves deve mandar à campo pelo menos sete jogadores remanescentes da última temporada, onde o MAC foi vice-campeão da Copa Paulista. São eles o zagueiro Geninho, o lateral-esquerdo Diogo Calixto, os volantes Junior Santos, Felipe Cordeiro e Léo Couto; e os atacantes Orlando Junior e Lucas Lino.

Foto: Lucas Aquino
Foto: Lucas Aquino

O comandante maqueano não poderá contar com o meia Wendel, que teve um desconforto muscular e ainda não voltou a treinar com o elenco e com o atacante Rafael, que sofreu uma entorse no tornozelo e aguarda o resultado dos exames para descobrir a gravidade da lesão.

Outros quatro reforços completam os 11 iniciais. São eles o goleiro Cléber Alves, vindo do Primavera, o lateral-direito Danilo Baia, ex-Portuguesa, o zagueiro Jean Pierre e o atacante Joãozinho, que também jogava na Lusa. Assim, o MAC deve ir à campo com Cléber Alves; Danilo Baia, Geninho, Jean Pierre e Diogo Calixto; Junior Santos, Felipe Cordeiro e Léo Couto; Orlando Junior, Joãozinho e Lucas Lino.

MAIS TESTES

Antes da estreia no Paulista A3, marcada para o dia 6 de março, às 19h, no estádio Bento de Abreu, diante do Capivariano, o treinador Guilherme Alves ainda planeja realizar mais testes com a equipe, revelando que está próximo de confirmar um jogo-treino contra o Londrina, que conquistou o acesso à Série B do Campeonato Brasileiro.

“Se não tivermos outro jogo-treino no sábado, a nossa ideia é que os titulares atuem uns 60 minutos. Eles queriam que fossemos jogar contra eles no sábado, fora de casa, mas já viajaremos nesta quarta. O espaço entre um jogo e outro fica muito curto. Então cogitaram vir para Marília. Se vierem para cá vamos aceitar. Agora depende deles”, disse o treinador do Marília.