Com herói de título do Palmeiras, time maranhense anuncia 'pacotão de reforços'

Além de Betinho, o Maranhão também confirmou as chegadas o goleiro Andrew, o meia Juninho Arcanjo e o atacante Alex Mineiro

por Agência Futebol Interior

São Luís, MA, 10 (AFI) - Focado em conseguir a classificação para as semifinais do Campeonato Maranhense, o Maranhão está aproveitando essa 'reta final' da paralisação do futebol brasileiro para reforçar o seu elenco. Tanto que em uma live na noite desta quinta-feira (09), a diretoria do MAC confirmou a chegada de mais quatro jogadores. São eles: o goleiro Andrew, o meia Juninho Arcanjo e o atacante Alex Mineiro e Betinho.

DETALHES DOS REFORÇOS
Dentre os quatro, sem dúvidas o mais conhecido é o atacante Betinho. Ele ganhou visibilidade internacional após fazer o gol do título do Palmeiras na Copa do Brasil de 2012. Ele chega com status de titular ao Maranhão. Além de alviverde paulista, o jogador tem passagens por Náutico, São Caetano, Fortaleza, Coritiba, Vila Nova, Guarany-SE, Palmeiras, Boa Esporte, Avaí, Santa Cruz, Paysandu, ASA, Confiança e por último Altos-PI.

Betinho é um dos reforços oficializados pelo Maranhão
Betinho é um dos reforços oficializados pelo Maranhão
Juninho Arcajo também é bastante rodado no futebol brasileiro. Aos 37 anos, o atleta começou a carreira nas categorias de base do Atlético-MG, em meados de 2000. Depois disso jogou por Fluminense, Bahia, Guaratinguetá, Remo e Macaé, antes de se aventurar no futebol europeu, onde jogou no Nacional, de Portugal. Em 2019, atuou no Moto Club.

Os outros dois são bem mais jovens. Aos 19 anos, o goleiro Adrew é uma das grandes promessas para defender a meta Botafogo, que emprestou o arqueiro para ganhar rodagem. Nest ano, ele foi titular do alvinegro na Copa SP de 2020. Ele já tem no currículo uma convocação para a Seleção Brasileira sub-18. Já o atacante Alex Mineiro, de 23 anos, estava no Altos-PI e também pode jogar como armador.

SITUAÇÃO DA TABELA
Os quatro jogadores chegam a equipe para ajudar a conquistar a classificação para às semifinais. Ao todo, faltam dois jogos contra Juventude e Moto Club. Por enquanto, o MAC depende de suas próprias pernas. Caso perca as duas partidas, a equipe também corre o risco de rebaixamento.