Paulista A3: Goleiro com a 11? Atacante com a 1? Só no Manthiqueira!

Outro fato curioso na partida diante do Grêmio Osasco foi que a técnica Nilmara Alves não esteve presente

por Agência Futebol Interior

Guaratinguetá, SP, 08 (AFI) - A fase do Manthiqueira no Campeonato Paulista da Série A3 não é das melhores. Já são quatro derrotas seguidas e vice-lanterna do Estadual com apenas três pontos, cinco a menos do que o Marília, primeira equipe fora do Z6. Apesar disso, a Laranja Mecânica ainda chama atenção com suas peculiaridades. No revés para o Grêmio Osasco, foram três.

O primeiro deles foi o goleiro Adalberto usando a camisa 11. Em contato com o Portal Futebol Interior, o presidente do clube de Guaratinguetá, Dado Oliveira, explicou a razão disso.

"Em qualquer racha que você vai, o último a ser escolhido é o goleiro, porque, geralmente, é aquele cara que não sabe usar os pés. Então, é isso, é o jogador que menos tem recursos com a bola nos pés".

Dado Oliveira é o presidente do Manthiqueia (Foto: Divulgação)
Dado Oliveira é o presidente do Manthiqueia (Foto: Divulgação)

Outra numeração diferente foi o atacante Ninão, como é mais conhecido Nicolas Gabriel Alves Da Silva, atuando com a número 1. Dado Também contou o motivo.

"O Ninão foi nosso capitão. Aqui, o capitão joga com a 1. O capitão é a voz do time em campo. Todo mundo sabe que aqui no Manthiqueira, nós temos uma proposta, filosofia de jogo. Não importa o resultado, o que vale é a nossa identidade: o fair play, o futebol bonito e ofensivo. Às vezes, é até por isso que vem perdendo, sempre jogamos aberto. Então, o capitão tem que ser o líder, tem que personificar esse espírito. É ele quem fala com o grupo, arbitragem, imprensa e torcida. Usamos esses conceitos de numeração há mais de cinco anos".

Nilmara segue como técnica do Carrossel (Foto: Divulgação)
Nilmara segue como técnica do Carrossel (Foto: Divulgação)

Por fim, também foi curioso o desfalque da técnica Nilmara. Dado tirou a dúvida.

"A Nilmara tem outro emprego, esse lá na prefeitura de Aparecida. Então, ela vai aos jogos de final de semana, jogo à noite na região. O treino, a gente adequa os horários. Mas, nessa quarta, ela não pôde. Sem problemas, temos uma comissão capacitada, e pra sábado, está confirmada".

No sábado, o Carrossel do Interior recebe o EC São Bernardo, às 16h, no estádio Dario Rodrigues Leite.