Virou moda! Time da Série C desembarca com protestos de torcida em Aeroporto

O alvo principal do protesto da torcida do Manaus foi o técnico Luzinho Lopes, que se quer parou para conversar com os manifestantes

por Agência Futebol Interior

Manaus, AM, 28 (AFI) - Sem vencer há quatro jogos no Campeonato Brasileiro da Série C, o Manaus viu os adversários diretos pelo G4 do Grupo A abrirem vantagem ao ser derrotado pelo Remo, pelo placar de 1 a 0, neste último domingo (27). Em meio a esse momento turbulento, o desembarque da delegação da equipe na volta pra casa, no Aeroporto Eduardo Gomes, foi marcado por um protesto da torcida do Gavião.

Torcedores receberam o Manaus com protesto
Torcedores receberam o Manaus com protesto
Os jogadores e a comissão técnica foram recebidos por cerca de 20 torcedores que cobravam a reação imediata da equipe dentro da competição nacional. O alvo principal foi o técnico Luzinho Lopes, que se quer parou para conversar com os manifestantes. Diferente do capitão Luis Fernando, que conversou com representantes da torcida e disse que também está focado em voltar a vencer.

O clima também está quente dentro do gramado. Ao fim da partida contra o Remo, Thiago Spice e o Derlan saíram de campo trocando empurrões perto do túnel do vestiário, deixando claro a cobrança entre os jogadores. Logo foram contidos pelos torcedores.

Estacionado com oito pontos, o Manaus aparece na sétima colocação da chave. Cinco pontos atrás do Vila Nova, que tem 13 e é o primeiro time dentro do G4 e há quatro do Treze, nono colocado com quatro, que está no Z2. A equipe volta a campo neste sábado (03), às 17h, contra o lanterna Imperatriz, na Arena Amazônia.