Jéssica Andrade planeja mudar para Las Vegas: 'Ideia é ir para aprender inglês'

O foco da ex-campeã é aprender o novo idioma e intensificar os seus treinos após enfrentar Namajunas

por Agência Estado

São Paulo, SP, 11 - Jéssica Andrade está escalada para enfrentar Rose Namajunas neste sábado, no UFC 251, em Abu Dabi. A ex-campeã peso-palha pretende aproveitar a saída do Brasil para fazer uma mudança temporária: ela vai deixar o Rio e se mudar para Las Vegas, nos Estados Unidos. Seu principal objetivo é aprender inglês.

"Após o combate na Ilha da Luta, eu quero ir para Las Vegas. Estou indo com muita esperança de mudar a minha vida. Se eu continuar nessa zona de conforto, não vou querer lutas mais. E esse não é o meu objetivo. Quero ainda disputar o cinturão em outra categoria", explicou a lutadora em entrevista ao Estadão.

"Ainda não tenho um projeto todo montado, mas já estava com a ideia de ir para lá. Não tem como dar errado. Lá tem uma boa estrutura para treinar e talvez eu volte para passar o Natal com a minha família. A minha ideia é ir para aprender a falar inglês. Até porque a minha empresa é americana, então todas as vezes que tento me comunicar com eles eu preciso de um intermediário para cuidar disso. Muitas vezes não consigo demonstrar o que eu quero. Eu preciso que alguém faça a tradução", disse Jéssica.

O foco da ex-campeã é aprender o novo idioma e intensificar os seus treinos após enfrentar Namajunas. Até retornar para o Brasil, Jéssica pode passar um período sem lutar. Ainda existe a possibilidade de ela aceitar um novo desafio em solo americano.

Jéssica Andrade
Jéssica Andrade
ILHA DA LUTA
Jéssica conquistou seu cinturão peso-palha justamente contra Rose Namajunas, em maio do ano passado, no Rio. Na ocasião, ela nocauteou a americana após aplicar um bate-estaca. Desta vez, a intenção é terminar a luta com vitória "de qualquer forma".

"Já imaginei essa luta de várias formas. Todos os rounds, nocauteando, finalizando... Mas a certeza eu só vou ter quando entrar no octógono", contou Jéssica. "Acredito que a Namajunas vai vir diferente de todas as outras vezes, porque agora ela já sabe o que esperar. Esse vai ser o ponto forte da minha adversária", analisa.

A lutadora brasileira diz que mudou todas as suas estratégias para o combate. "Estou me movimentando muito mais. Ela terá de me procurar e buscar a luta. Treinei muito. Estou com gás para fazer essa movimentação do começo ao fim. Me sinto forte, confiante e bem preparada. Acredito que a gente vai chegar lá e dar um show".

Devido à pandemia do novo coronavírus, Jéssica realizou os seus treinos em casa. "Sou uma das pessoas que eta treinando na garagem. Também aluguei um espaço próximo de casa para treinar. Comprei uma esteira e peguei uns pesos da academia", contou. "Fiz preparação física, musculação, treinos de luta e recebi orientação do mestre. Mesmo treinando em casa estou me sentindo muito bem preparada. Foi uma das melhores preparações que eu tive", conclui.