Série B: Roberto Fonseca arranca com Londrina e sonha com acesso: "Vamos brigar"

Atualmente em quinto, com 54 pontos, três atrás do Avaí, o Tubarão aparecia em 17º, abrindo a zona de rebaixamento à Série C

por Agência Futebol Interior

Londrina, PR, 08 (AFI) - Com uma campanha espetacular no segundo turno, o Londrina encostou no G4. A arrancada aconteceu sob comando do técnico Roberto Fonseca: atualmente em quinto, com 54 pontos, três atrás do Avaí, o Tubarão aparecia em 17º, abrindo a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro da Série B. Além disso, já são dez jogos de invencibilidade - sete vitórias e três empates.

“Nosso método de trabalho encaixou, os jogadores têm entendido a maneira de jogarmos. Os resultados tem aparecido como consequência disso. Estamos a três pontos do G4 e vamos brigar por uma vaga no Brasileirão com todas nossas força. Ainda temos mais três jogos, lutaremos por esse objetivo", afirmou.

A campanha do Londrina no returno supera a campanha do Fortaleza na primeira metade. O clube cearense é único que já garantiu o acesso à Série A de 2019. De olho em uma das três vagas, o técnico Roberto Fonseca terá duas partidas como visitante, contra Oeste e Guarani, e uma no Estádio do Café, contra o CRB - no momento, não perde há cinco rodadas como visitante.

“A equipe teve uma grande reação nesse segundo turno, temos realizado bons jogos fora de casa, o que é muito importante pois conquistamos pontos essenciais para essa arrancada. Espero que possamos realizar um grande jogo diante do Oeste e conquistarmos uma vitória”, finalizou.

Roberto Fonseca
Roberto Fonseca

SAIBA MAIS
Essa é a terceira passagem do treinador pelo Londrina, onde trabalhou em 2005 e 2007. Nesta temporada, venceu a Copa do Nordeste, conquista inédita na história do Sampaio Corrêa, e livrou a Caldense do rebaixamento no Campeonato Mineiro. Roberto Fonseca ainda passou por clubes como Criciúma, São Caetano, Paraná, ABC, Linense, Ituano, Botafogo-PB, Botafogo-SP e América-RN.

Os últimos anos também ajudam a reforçar a grande capacidade do comandante. Em 2017, venceu o Mato-grossense com o Cuiabá, equipe que colocou na terceira fase da Copa do Brasil. Em 2015, livrou o São Bernardo da queda no Paulistão. Em 2012, foi campeão do Alagoano com o CRB. No interior do Brasil, levantou o Paulista A2 de 2003 com o Oeste e a Terceira Divisão Paranaense de 2001 com o Águia.

 
 
" />