Paulista A3: Com oito acessos, técnico inicia montagem de elenco no Linense

João Vallim será o responsável por tentar retomada com Elefante no cenário estadual

por Agência Futebol Interior

Lins, SP, 19 (AFI) - O Linense começa planejamento de montagem do elenco para disputar a Série A3 do Campeonato Paulista de 2020.

A diretoria, antes de definir os jogadores contratados, acertou a chegada de João Vallim, técnico experiente e apresentado na última semana.

O profissional segue em Lins e, ao lado dos cartolas, dá sequência à reformação do grupo em busca do acesso à segunda divisão regional a partir de janeiro.

"O projeto passado pela diretoria me motivou muito para aceitar o convite. Em todos os meus grandes trabalhos, alcancei e acessos por meio de planejamento e projetos. Já começamos a trabalhar para montar uma equipe competitiva em 2020", comentou.

A apresentação do plantel no Estádio Gilbertão está agendado para o próximo dia 05 de dezembro, com inicio de pré-temporada.

Vallim assume comando do Linense em 2020
Vallim assume comando do Linense em 2020

"Já estamos indo para o fim de novembro e temos de analisar alguns atletas. A ideia é trazer peças com comprometimento junto ao clube e que seja da divisão. Sei das dificuldades enfrentas pela instituição e não vamos fazer loucuras no mercado. Vou estudar quais posições mais carentes e elencar as prioridades", pontuou Vallim.

QUEDA LIVRE

O Linense vem de dois rebaixamentos consecutivos no patamar estadual, enquanto o novo treinador é 'especialista' quando o assunto é acesso.

Nos últimos dez anos, são cinco, um média de um a cada duas temporadas, totalizando oito na carreira.

Recentemente, Vallim esteve à frente do comando da Internacional de Limeira, pelo qual soma 110 participações e é o segundo treinador com o maior números de jogos - ele só é superado por Pepe, campeão paulista em 1986.

No Leão, João faturou o vice-campeonato da Série A3 em 2017 e, no mesmo ano, ficou com a medalha de prata na Copa Paulista, carimba vaga inédita na Copa do Brasil.

No ano passado, ficou com o vice da segunda divisão e ganhou direito de disputar a elite depois de quase uma década e meia.

LEMBRANÇAS

O caminho de acessos começou em 2002 pelo Itararé, na Série B3 do Campeonato Paulista. Pelo mesmo clube, mas em 2006, subiu à Série A3.

Ele ainda teve trabalhos de destaque em Taboão da Serra e Taubaté. Por fim, entre 2010 e 2011, faturou dois acessos pelo Velo Clube, saindo do quarto ao segundo patamar estadual.