Morumbi e Beira-Rio avançam em briga por final da Libertadores entre 2021 e 2023

A Neo Química Arena, do Corinthians, e a Arena da Baixada, do Athletico-PR, estavam na briga até a lista anterior, mas não avançaram

por Agência Estado

Campinas, SP, 19 - Os estádios do Morumbi, em São Paulo, e do Beira-Rio, em Porto Alegre, avançaram na disputa para sediarem a final da Copa Libertadores nas edições de 2021, 2022 e 2023. As duas arenas seguem na luta segundo lista de candidatos divulgados pela Conmebol nesta sexta-feira.

Na relação atualizada, na retomada da Conmebol do processo seletivo para definir o local das próximas finais, os dois estádios são os únicos no Brasil que seguiram na disputa. A Neo Química Arena, do Corinthians, e a Arena da Baixada, do Athletico-PR, estavam na briga até a lista anterior, mas não avançaram desta vez. Os estádios localizados em São Paulo e em Curitiba também não estão na briga para receber a final da Copa sul-americana.

Para a final da Libertadores da temporada 2021, marcada para 20 de novembro, a Conmebol listou 10 estádios na briga. Além dos brasileiros, estão na disputa: Libertadores da América, El Cilindro, La Bombonera, Monumental de Núñez, Nuevo Gasómetro, Mario Kempes e Estadio Único, todos da Argentina; e Monumental de Guayaquil, no Equador.

Morumbi e Beira-Rio avançam em briga por final da Libertadores entre 2021 e 2023
Morumbi e Beira-Rio avançam em briga por final da Libertadores entre 2021 e 2023
Para a decisão de 2022, a relação de candidatos aumenta para 13: Libertadores da América, El Cilindro, La Bombonera, Monumental de Núñez, Nuevo Gasómetro, Mario Kempes e Estadio Único, todos na Argentina; Monumental de Guayaquil, no Equador; Monumental de Lima e Nacional do Peru, ambos no Peru; e Estádio Centenário, no Uruguai.

Em 2023, a lista conta com 14 interessados: Libertadores da América, El Cilindro, La Bombonera, Monumental de Núñez, Nuevo Gasómetro, Mario Kempes e Estadio Único, todos na Argentina; Roberto Meléndez e Atanásio Girardot, na Colômbia; Monumental de Guayaquil, no Equador; Monumental de Lima e Nacional do Peru, ambos no Peru; e Estádio Centenário, no Uruguai.

SUL-AMERICANA
Quanto aos candidatos para sediar a decisão da Copa Sul-Americana de 2021, o Brasil conta com quatro representantes: Beira-Rio (RS), Castelão (CE), Mané Garrincha (DF) e Arena Pernambuco (PE).

Para as edições de 2022 e 2023, os candidatos brasileiros são os mesmos: Mané Garrincha (DF), Castelão (CE), Beira-Rio (RS), Arena Pernambuco (PE) e Arena Fonte Nova (BA).